quarta-feira, outubro 21, 2009

A Maitê é menos má do que alguns portugueses...

Portugal apresentou hoje em conjunto com a Espanha a candidatura ao Mundial 2018 ou em alternativa ao 2022. Inicialmente eu concordei com a ideia, afinal estádios construídos já temos (será necessário apenas fazer uma ou duas bancadas provisórias para um ou outro estádio poder fazer parte), as infraestruturas também... resumindo: investimento reduzido à troca de um evento mundial. Mas cedo me ficou uma inquietação... porque tinha a Espanha aceite ir em conjunto connosco? Só se fosse pela boa imagem que deixamos com o Euro 2004, porque de resto sejamos realistas, Espanha não precisa de Portugal para fazer um Mundial.

Hoje fez-se luz. Afinal Espanha precisava de Portugal para financiar a campanha de propaganda para a decisão final. Segundo ouvi da boca do inefável Gilberto Madaíl, Portugal entraria com apenas 40% do orçamento necessário, ficando os restantes 60% para a Espanha. O notável (como sempre no sr. Madaíl) é que ele disse isto como se tivesse feito uma obra de arte. Quiçá o negócio do ano com muita inveja de Belmiro Azevedo e Jerónimo Martins à mistura. Madaíl, o génio, terá inclusive pensado que Angel Villar (presidente da federação espanhola) terá chegado a casa com aquela sensação amarga na boca de quem foi enganado.

Mas não caros amigos, este negócio foi mais um daqueles que vão enterrando o país. É que se é certo que Portugal entra com 40% do orçamento, também é certo que no caso de sucesso desta candidatura, Portugal não terá 40% dos estádios do Mundial nem tão pouco 40% dos jogos dessa competição. A abertura não será cá, e a final nem falemos. O máximo a que aspiramos são alguns jogos (sempre menos que 40%) e talvez - repito, talvez - uma meia final. 40% do investimento é nosso, a receita logo se verá que migalha será.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

7 Comentários:

Anónimo disse...

Não tem nada a ver com o post.
É só para te dar os parabéns por teres sido o primeiro comentador da Pronúncia:)

Rose

afectado disse...

rose, obrigado, ela foi uma excelente descoberta blogosférica! :)

Pronúncia disse...

Rose, quem tem os comentadores como os que eu tenho a sorte de ter (apesar das aves raras) não pode deixar de gostar disto... obrigada! ;)

Pronúncia disse...

Afectado, eu diria que este é mais um negócio "à portuguesa"... já vamos estando habituados, não?!

Quanto à resposta que deste à Rose, muito obrigada!... aos dois ;)

afectado disse...

pronúncia, de nada :)

Sardanisca disse...

Ia comentar mas vejo que estão em amena cavaqueira.Volto mais tarde : )

sardanisca disse...

Aqui estou.
Concordo com o post.
Ficaria surpreendido,todavia,se a abertura e a final decorressem em Portugal.
Quanto a estes "investimentos",são absolutamente imbecis.

Publicar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO