terça-feira, fevereiro 24, 2009

Imaginemos*

Imaginem que tinham tido uma professora de educação física como a que está na foto. Agora imaginem que essa professora, de 23 anos, além de vos dar as aulas normais da disciplina se decidia a praticar sexo oral convosco. Imaginem ainda que ela ia presa por isso. Certamente pensariam que definitivamente o mundo não é justo! Pois bem, isto aconteceu na realidade. A má noticia é que não foi convosco pois isto passou-se em Orange County! Hope Jacoby foi apanhada em flagrante a praticar sexo oral com um aluno que teria entre 14 e 17 anos. Termino o post com algumas preocupações que vos devem inundar nesta altura: o que vai ser deste aluno? Finalmente uma professora soube-lhe dar uma real motivação para ele todos os dias ir para a escola cheio de vontade, e agora ela é presa? É assim que se premeiam os professores que adoptam técnicas realmente eficazes de motivação dos alunos? Não havia necessidade...

*Titulo pensado não só para os homens em geral mas também para as mulheres que assim o quiserem... Não tenham problemas com isso, o Afectado é um blog moderno e que aceita pacificamente essa situação.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

44 Comentários:

Van disse...

Ahahahahahaha! Mas, há que ser coerentes. A rapariga é pedófila aos olhos da lei.
Se fosse ao contrário, um professor de ginástica de 23 anos a fazê-lo a alunas de 14 a 17, era o escandalo, o mundo está perdido, onde vamos parar, etc, etc...

Charmoso disse...

Acho que esta é a professora dos sonhos de qualquer homem!

Enfim, mundo cruel este!

abraços

afectado disse...

van, quantas pessoas de 23 namoram com pessoas entre essas idades? aliás, nem precisa ser de 23, até podemos falar de 25 e outras idades. claro que se for com uma de 14 me parece muito precoce, mas se for com uma de 17... se se começa a prender essas pessoas, então acho que se vão ter que construir mais prisões em portugal :)

afectado disse...

charmoso, comparar esta às que eu tive até me dá um desgosto...

Pronúncia disse...

Há uns anos atrás, penso que foi em Inglaterra, uma professora envolveu-se com um aluno de 14 anos, engravidou, teve o filho e foi presa por pedófilia. Passados uns anos, saiu da cadeia e ela e o ex-aluno (agora já maior de idade) casaram...

É por estas e por outras que não sou nada, mas mesmo nada apologista de misturar trabalho com "prazer". Dá quase sempre bronca...

afectado disse...

pronuncia, misturar prazer e trabalho dá quase sempre bronca. e por norma estraga-se o trabalho e no fim fica-se sem o prazer. mas há quem goste disso porque só assim vai subindo na carreira... e quem goste porque só assim vai provando carne mais jovem. no fundo é uma troca de favores como na prostituição!

claro que há excepções, mas são tão poucas que nem vou falar delas.

neste caso no entanto eu estava capaz de afirmar que a professora até se comportou de uma forma pedagógica. tivesse eu tido uma professora assim (ai quando me lembro da vaca que me deu educação fisica no 10º e 11º até me dão vómitos) :)

Maldonado disse...

Não é inverosímil de todo este caso...
Pelo que pude ler na notícia original ela está presa por ser suspeita, não por causa duma sentença judicial condenatória. Enquanto não se provar nada em tribunal é inocente, não?

Cirrus disse...

23 anos... Hummm...

Tirando a brincadeira, é evidente que a moça é pedófila ou pelo menos suspeita de praticar sexo com adolescentes. A diferença aqui é que, de certeza, ninguém ouviu um não da boca daquele aluno... Sortudo!

Manuel de Jesus disse...

Houve uma vez uma pessoa sábia, que infelizmente já morreu, que me disse o seguinte: “Nunca comas a carne onde ganhas o pão”...

"De uma Loira" disse...

Porque será que este tipo de coisas já não me conseguem surpreender? Já vimos e ouvimos tanta coisa que, isto é só mais um "pequeno" escândalo.
Bem, as pessoas indicadas que avaliem esta situação e julguem correctamente.
Mas a verdade é só uma, não acredito que nenhum dos rapazes tenham dito à senhora professora para ela parar, ou se tenha oposto!XD

Bjss

Van disse...

Mas diz lá, se fosse o inverso, ele professor e ela aluna...?

Van disse...

Ainda me lembro de ter 14 anos e estar perdidamente apaixonada por um desportista de 18 ahahah, mas o tipo achou que eu era muito novinha... :-ppppp

Ou de ter 20 e haver um mocito de 16 muito ofendido comigo, por eu lhe ter dito que era novo demais ahahahah!

Pronúncia disse...

Afectado disse:

"...neste caso no entanto eu estava capaz de afirmar que a professora até se comportou de uma forma pedagógica."

Pois, pois, porque era uma professora e nessas idades os meninos bem que apreciam umas "aulas extracurriculares", de preferência de alguém que lhes possa ensinar algo, não é?! ;)

E se fosse ao contrário, se fosse um professor?!...

Claro que o caso é pedófilia (ela 23, ele entre 14-17).

Mas, mais 4 anos no máximo, e o caso já mudava de figura... tinhas apenas um casal com uma diferença de idades entre os 9 e os 6 anos. O que não é de todo exagerado.

Mas o melhor mesmo, como diz o Manuel de Jesus:

"Não comas a carne onde ganhas o pão!"

Manuel, não conhecia esta expressão... gostei!!!

afectado disse...

maldonado, claro, enquanto não se prova nada, é inocente. e até te digo, para mim ela tem cara de inocente :)

afectado disse...

cirrus, se ele tiver 14, concordo com isto tudo. se tiver 17 até podia concordar que ela fosse expulsa... mas presa? alguém acredita que o rapaz aos 17 anos não sabia bem o que estava a fazer?

afectado disse...

manuel de jesus, essa frase é muito sábia!!!

afectado disse...

de uma loira, estou mesmo a imaginar o rapaz a dizer "ó stora, pare lá com isso..." :)

afectado disse...

van, se fosse o inverso? a mesma coisa. ele 23 e ela 14? prisão. ele 23 e ela 17? ele expulso, mas não preso!

serei só eu que conheceu raparigas que aos 16 andavam com pessoal de 22 ou mais? quantas de 17 não andam com gajos de 24? de repente comecei a recear que só eu conheça casos assim...

afectado disse...

pronúncia, Claro que o caso é pedófilia (ela 23, ele entre 14-17).

claro? repetindo-me um bocado em relação à minha resposta à van, fui só eu a ter colegas que aos 16/17 andavam com gajos de 23/24? :s

ou eu fui colega das raparigas erradas ou então vocês não têm noção das coisas :P

Van disse...

afectado, segundo a lei, se houver uma diferença de mais de cinco anos entre um menor de idade (criança ou adolescente com menos de 18 anos) e um maior de idade (maior de 18 anos), é considerado pedofilia. Raparigas de 14 com rapazes de vinte, é pedofilia aos olhos da lei. Nota que, no meu primeiro comentário, disse, aos olhos da lei.

Logicamente que todos nós conhecemos casais onde, segundo a lei, um deles é pedófilo. Por exemplo, lembro-me de a minha professora de matemática se ter apaixonado pelo próprio professor de história quando era criança; fugiram e acabaram por casar. Ainda estão casados e têm filhos. Hoje, com o pânico que gira em torno da pedofilia, não sei se conseguiriam faze-lo...
Não acho correcto, contudo, o que essa professora fez. E se foi presa, é porque havia jovens de 14, 15 anos ao barulho. Pessoalmente, não gostava nada de saber que os professores dos meus filhos hipotéticos andavam a iniciá-los nos prazeres da carne...mas isso é um bordel ou uma escola, hã?...

afectado disse...

van, desconhecia. tinha a ideia que acima dos 16 já não era pedofilia. my mistake :)

de qualquer modo todos conhecemos casos de raparigas de 17 com rapazes de 23. se calhar até algumas pessoas que me lêem passaram por isso :)

"De uma Loira" disse...

Afectado, na humilde vivência dos meus 14 anos vislumbrei muitas raparigas entre 12 e 15 anos com rapazes acima dos 20 anos. Vinham esse ditos rapazes nos seus carros todos modificados, com música aos berros (e eu que adoro todo o tipo de música, odiava aquele "Barulho") punham-se à entrada do ciclo e esperavam por alguma para meterem as mãozinhas deles onde queriam!Amor puro não se via, ou andavam muito escondidos porque não tive oportunidade de os ver, era pura e descaradamente "homens" a aproveitarem-se de raparigas muito "ingénuas". Não sentia pena delas porque, se eu não fazia uma coisa daquelas, elas também tinham as mesma opção de escolha que eu. Gostavam, então que gozassem à maneira delas, (tendo sempre alguém que goza mais à conta delas).
Situações de raparigas mais velhas com rapazes mais novos não conheci.

Bjss

afectado disse...

de uma loira, claro que eu quando referi casos desses não falei em amor. mas isso, sejam quais forem as idades, há muitos exemplos de rapazes/homens a andarem com raparigas/mulheres sem qualquer tipo de interesse a mais que não seja o de meterem a mão onde querem...

Van disse...

Em Portugal temos tb a idade de consentimento para se ter relações e penso que é 16 anos. Mas até aos 18, é-se menor. E a definição legal de pedofilia implica a relação sexual entre menores e maiores cuja idade diste mais de 5 anos. Obviamente que haverá casos que são a excepção à regra, mas se ninguém faz queixa do facto, quem sabe se é ou não pedofilia?...E claro q há casos de amor mesmo. Não acredito que haja amor entre meninas de 14 anos e morcões de 23...isso é pedofilia...e vice versa...
"Engraçado" é que tb é considerada pedofilia os casos entre adolescentes (individuos dos 13 aos 20) e crianças. Um adolescente de 14 com uma criança de 9, por exemplo...
E depois, temos casos como os que já soube acontecerem nas primárias, de crianças a sodomizarem outras da mesma idade. Porque,na casa delas,é a norma... :(
Há gente muito doente mesmo.

Nesse caso em concreto, se a miúda andou a fazer isso com miúdos de 14 anos, é doentia...é pedofilia, mesmo que ela não seja pedófila. E, sendo a cena mais aceite entes os machus, que adorariam ter um nacozinho daqueles a iniciá-los, ahahah, é preciso não esquecer que era professora deles. Há a ética profissional...
Infelizmente para eles, o que ela fez é ilegal...

afectado disse...

van, olha que tenho a ideia que em portugal não é até aos 18 que se considera pedofilia...
mas admito que possa estar errado :)

e se ele tiver 17 anos, achas que o que a professora fez foi pedofilia?

quando aos 17 amigas tuas andavam com alguém de 21-25 anos, que fazias tu, denunciavas? não me parece :)

Van disse...

Ora bem, encontrei isto no público de 24 nov de 2004 (fui à procura porque tb já estava com dúvidas LOL):

#A expressão "pedofilia" não surge no Código Penal (CP) português. Trata-se, na verdade, de um termo utilizado na Medicina para descrever um transtorno sexual de um adulto que pratica actos sexuais com um menor com idade igual ou inferior a 13 anos. Pertence à categoria das parafilias, que englobam também o fetichismo, o voyeurismo ou o masoquismo, entre outros estados. Ao comportamento sexual entre um adulto e um adolescente com idade superior a 13 anos e menor de 18 atribui-se outra nomenclatura: hebofilia.#

Em França,a denominação constante é a que implica uma diferença de idades de cinco anos entre criança/adolescente e menor.

Segundo a wikipedia, #O Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, 4th edition (DSM-IV)[8], da Associação de Psiquiatras Americanos, define uma pessoa como pedófila caso ela cumpra os três requesitos abaixo:

1. Por um período de ao menos seis meses, a pessoa possui intensa atracção sexual, fantasias sexuais ou outros comportamentos de carácter sexual por pessoas menores de 13 anos de idade.

2. A pessoa decide por realizar seus desejos, seu comportamento é afectado por seus desejos, e/tais desejos causam stress ou dificuldades intra e/ou interpessoais.

3. A pessoa possui mais do que 16 anos de idade, e é ao menos cinco anos mais velha do que a(s) criança(s) citada(s) no critério. Este critério não se aplica exactamente a indivíduos com 12-13 anos de idade ou mais, envolvidos num relacionamento amoroso (namoro)com um indivíduo ao final da adolescência - entre 17 e 20 anos de idade.
Haja visto que nesta faixa etária geralmente acontecem diversos relacionamentos entre adolescentes de idades diferentes. Namoro entre adolescentes e jovens não é considerado pedofilia por especialistas no assunto. (Exemplo: O namoro entre uma adolescente de 14 anos e um jovem de 18 anos)#

Ainda na wiki,
#O acto sexual entre adultos e adolescentes, pode não configurar a pedofilia, e não ser considerado um crime, em hipóteses excepcionais que dependem da idade do adolescente, bem como da legislação local sobre a idade de consentimento (nos países que adoptam este conceito)#

A idade de consentimento em Portugal é 14 anos.

Portanto, baralhando isto tudo, se fosse em Portugal, que não sei ao certo a legislação americana, mas sei que são terriveis caçadores de bruxas e que é ilegal adultos terem relações com menores (lembras-te q o rob lowe ficou de carreira desfeita à conta de uma cena dessas?), se fosse em Portugal, se o puto tivesse 13, é pedofilia. Se tivesse 17, talvez não e como é menor, seria feita investigação. Como ela é professora, considerar-se-ia facilmente que poderia ter abusado do seu "poder" e do seu lugar para induzir os putos ao sexo e aí, tumba, cadeia.

As minhas amigas aos 17 não andavam com pessoal com mais que 20 ahahahah, achávamos que eram cotas ahahaha! :D Mas, claro que há casos desses e claro que não é pedofilia.
Logicamente que quando se chega ao limiar da adolescencia, é dificil separar as águas. Mas uma miuda de 17 e um homem de 30, já não sei não...

E, neste caso em concreto, a profe foi pedófila...desculpa lá, mas é toda boazona e vai-se meter com putinhos de 13??? 14?? 15??? HELLOOOOOO mulher??? não é normal, bolas...

Van disse...

Se me vierem bater à porta por ter andado a pesquisar a definição legal de pedocoisa, dou-lhes o teu mail!!! muahahahahah! :D :D

afectado disse...

van, bem, obrigado pelo trabalho de pesquisa :D

pois, no fundo tudo depende do contexto de idades. tal como disseste 17-30 pode muito bem ser. 17-23 não será (acho eu).

se deres o meu email eu nego tudo :P

Van disse...

De qq forma, segundo o Xerife: "Even though the age gap may be fairly close, it's still illegal and we will arrest,"

É ilegal, ponto... estúpido ou não que seja ilegal (há muitas leis estúpidas), pelos vistos é ilegal.

Não acredito que o menor tivesse 14 anos, na verdade...mais provavel ter 17. Não estou a ver uma boazuda assim a interessar-se por um putito de 14, 15, 16...mas na verdade, não sei a idade do puto.

Idades à parte, ela era a professora dele...isso é tudo menos ético...

Van disse...

LOOL, oh páh, eu estava a ficar baralhada e não ia estar a argumentar nada sem ter a certeza. :D

Mas, compreendo que os rapazes não vejam mal na história...mas o inverso não teria tanta piada, engraçadamente. Contudo, como disse o jóve um destes dias, da maneira como as miúdas andam hoje em dia, segurem os bois, que as vacas andam à solta ahahahah.

afectado disse...

van, quanto ao não ser ético, totalmente de acordo!

mas aquele aluno... sortudo pá! :P

afectado disse...

"segurem os bois, que as vacas andam à solta"

HAHAHA

Van disse...

POisé, ahahahah, o jóve tem destas saídas. POisé poisé, ele tb achou o puto um sortudo ahahahah.

Cirrus disse...

Sortudo? Se calhar não, descobriram tudo e puseram termo à fascinação...

Bruno disse...

Nunca a expressão "corpo docente" terá feito tanto sentido...

Que grande mistura de conceitos para aqui vai. Sobre a definição de pedofilia não me vou pronunciar, até porque para a questão legal julgo ser indiferente. Que conceito vigorará para a "parafilia" de que padece o aluno, gostar de mulheres seis anos mais velhas, professoras de educação física?

"Aos olhos da lei" (da portuguesa), esta professora incorre num crime contra a autodeterminação sexual. Em concreto, abuso sexual de adolescente: quem praticar acto sexual com ou em menor entre os 14 e os 18 anos que lhe tenha sido confiado para educação ou assistência incorre em pena de prisão de 1 a 8 anos.

É o caso desta professora, que se vivesse em Portugal e fosse condenada, provavelmente perderia o direito a ser professora.

Quanto à idade de consentimento, se é que se pode falar nesses moldes, é de 14 anos. Mas quem mantiver "acto sexual de relevo" com alguém entre os 14 e 16 "abusando da sua inexperiência" está a cometer um crime.

Código Penal, revisto em 2007:
http://www.legix.pt/docs/CP.pdf

afectado disse...

bruno, é isso mesmo. eu bem me quis parecer que os 14 e o intervalo entre os 14 e os 16 era alguma coisa. devo ter ouvido na televisão quando o caso da casa pia estourou em força...

Bruno disse...

Mas este código só vigora desde 2007. A versão anterior do código, quando estalou o caso Casa Pia, continha uma outra "subtileza".

Um artigo que considerava crime os actos homossexuais com menores entre os 14 e os 16 anos e fazia uma distinção com outros actos sexuais (não homossexuais) com menores entre os 14 e os 16 anos.

Nestes últimos considerava-se crime apenas se existisse "abuso da inexperiência" do menor.

No caso dos actos homossexuais essa referência não existia, o que quer dizer que seriam considerados crimes todos os actos, mesmo que consentidos.

A revisão do Código Penal de 2007 apagou essa distinção. Agora, actos homossexuais ou não, todos os actos com menores entre os 14 e os 16 anos só são considerados crimes se existir "abuso da inexperiência" do menor.

afectado disse...

ah, bom, sempre a aprender :)

Bruno Fehr disse...

Ela será julgada e não irá cumprir qualquer tipo de pena.

A pedofilia por parte de mulheres extremamente bonitas é desculpada.

Já escrevi sobre 4 exemplos desses lá no meu espaço, o de 1 professor homem, uma professora feia e duas professoras lindas. Os únicos que foram presos foram o homem e a feia.

André disse...

Já tive uma professora assim, mas era eu quem não me importava nada de lhe ter feito sexo oral! Acho que ela ou andava com falta ou ser mal pranchada e eu como bom mocito que sou...

afectado disse...

bruno fehr, apesar de desconhecer como são os americanos nestes casos, tendo em conta as idades eu atrevo-me a dizer que ela vai ser expulsa e pronto, fica por aí.

afectado disse...

andré, claro, tu só querias o bem dela :D

QJ disse...

Se a senhora professora em vez de usar a boca para... fazer o que faz (provavelmente foi detida porque não fez a outros...) mas como ia dizendo, em vez de chupar explicasse aos putos como se usa uma qualquer arma de qualquer calibre de modo a liquidar meia dúzia de colegas na escola que são contra os dotes orais da professora... estava tudo bem...

afectado disse...

qj, antes ensinar sexo oral ;)

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO