segunda-feira, setembro 21, 2009

O espantoso é só serem três

O Correio da Manhã (esqueçam que eu fui ao site do CM, please!) noticia que foram apanhadas três imigrantes brasileiras ilegais em Faro. Isto é de facto notável porque deve ser difícil para a policia só apanhar três brasileiras ilegais em Portugal. Por exemplo em Braga temos alguns prédios em que mais de 90% dos apartamentos são ocupados por brasileiras (se ainda acreditam no Pai Natal, acreditem também que elas estão legais). São tantas por cá que se alguém der um chuto numa pedra, corre o risco de que por baixo dela apareçam quatro ou cinco brasileiras. Por exemplo no maior shopping da cidade, o Bragaparque, uma mulher excêntrica é aquela que fala português... até parece que vem do estrangeiro. E o mais extraordinário é que elas passeiam-se na rua (abanando o rabo com pelo menos 1 metro de translação) com mais à vontade e menos medo da policia do que eu que nem a rua atravesso fora da passadeira.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

30 Comentários:

Anne disse...

eu sei do que falas. moro perto desse ajuntamento de mulheres brasileiras. :) ás vezes até tenho dúvidas se estou no sítio certo.

Pronúncia disse...

Afectado, em faro elas podem sempre alegar que são turistas e blá, blá, blá... lá convencem os agentes.

Aqui é um bocadito mais difícil, mas que as autoridades devem andar a leste, lá isso devem?!

Já agora, explica-me lá uma coisa. para quem "não atravessa a rua fora da passadeira" como é que sabes que são 90%?!!!... ;)

Cor do Sol disse...

That´s true. As autoridades aqui também devem usufruir do serviço. Deve ser isso :P

Crayon disse...

Eu concordo ali com a Pordo Sol, ca pa mim a policia anda a usar os serviços das meninas com aquele sotaque estupido e aquela mania de q são melhores que nos... Vão mas é vender o pinto para o país delas.

;P

Bjitos

Diaboderoupacurta disse...

Isso é no país inteiro porque cá (Sim, novidade: os Açores fazem parte de Portugal!) brasileiras, ucranianas e ciganas é aos montes, eles tropeçam uns nos outros e tudo! E claro, andam por aí umas com o fio à mostra, outras com roupa roubada, carratas de filhos..e ninguém lhes diz nada.

Lady me disse...

Estive um fim-de-semana em Braga e deu pra ver isso, no Bragaparque, principalmente. E em Faro também as há a pontapés! Quase todas as discotecas fazem da sexta-feira, noite brasileira!... E enchem.

ADEK disse...

Pois...vale a pena pensar nisso:P

Cirrus disse...

Não sou contra qualquer emigrante que queira vir trabalhar para Portugal. Mas se é para virem fazer o que 99,9% das brasileiras vêm para cá fazer... que fiquem por lá - não fazem cá faltinha nenhuma... Chiça, a novidade já passou!!

Vani disse...

Olha, pois sabes que mais, desde que as empregadas dos cafés passaram a ser todas brasileiras, que a simpatia e boa disposição reina ali!

Cirrus disse...

Vani, e trabalham... de dia????

;)

Diaboderoupacurta disse...

Afectadooooo I have a new for you!Tens que responder à sondagem no meu blog "Sou diabinho porque:". Conto com a tua participação! (:

Dylan disse...

E se tiverem trabalho, é censurável fazer um part-time para arranjarem mais uns cobres...?!

AHAHAHAHAHAHAH!

Dylan disse...

Cirrus,

Os brasileiros(as), por vezes, vêm fazer aquilo que 99,9% dos portugueses não querem: trabalhar na área da restauração.

Dylan disse...

Anne,

Não digas asneiras! Esse ajuntamento de mulheres não é mais de que uma reunião de orixás!

ahahahhahahah!

afectado disse...

anne, cuidado com essa gente...

afectado disse...

pronúncia, as autoridades não fazem nada porque ou andam lá metidos ou iriam afrontar certa gente da nossa cidade que é preferível não enervar. desconfio que voltarei a este assunto.

eu se lá andasse saberia ao certo quanto é a %, e talvez esteja mais próxima dos 100 do que dos 90 em alguns casos.

afectado disse...

cor do sol, é bem possível!

afectado disse...

crayon, nah, os portugueses pagam melhor e são mais parvos...

afectado disse...

diaboderoupacurta, então os açores são parte de portugal? desconhecia :)

afectado disse...

lady me, em braga todas as noites são noites brasileiras.

afectado disse...

ADEK, vale mesmo!

afectado disse...

cirrus, elas querem muita coisa, mas trabalhar não é uma delas.

afectado disse...

vani, não tenho nada contra as que são empregadas nos cafés...

afectado disse...

dylan, esse por vezes é mesmo por raras vezes. a grande maior parte vem para a prostituição e para o crime.

Dylan disse...

Afectas, não é bem assim. Tens alguns dados comprovem isso?
Principalmente em Centros Comercias, se entares em lojas de restauração, ouves muito português... de sotaque.

afectado disse...

dylan, eu não, e tu, tens?

não sei de que realidade falas tu, eu falo da que conheço que é a de braga e aí podes ter a certeza que a grande parte delas veio para a prostituição. há sim senhora as que estão na restauração (sendo que algumas acumulam com a prostituição), mas na prostituição são às centenas. há prédios que quase só servem para prostituição.

mas eu nem quero atacar muito por aí, bastava que recambiassem as ilegais e as que não pagam impostos.

ficavam apenas algumas, mas a cidade ficaria certamente mais limpa.

Dylan disse...

Afectas,

Podes começar a limpeza pela presidência da Câmara...

afectado disse...

por mim ele e elas iam para o mesmo sitio...

Acereja disse...

É incorrecto generalizar uma etnia ou nacionalidade a meu ver! Por outro lado se elas se multiplicam é porque têm clientes, porque se os chefes de família Tugas não pagassem certos servicinhos elas iam para outra terra! E por último eu sou a favor da legalização da prostituição! Já trabalhei no âmbito da saúde com este "grupo de risco" e por muito que não concorde com a sua actividade elas são pessoas como as outras!

afectado disse...

acereja, eu também sou a favor da legalização da prostituição. mas não há muito interesse nisso. elas não se interessam por isso porque depois pagam impostos e afins. eles não se interessam porque sendo legal mais facilmente se descobre. e no "eles" estão metidos muitos dos políticos que teriam que decidir isso.

eu no post ataco as brasileiras ilegais. não as legais, que se perceba.

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO