quinta-feira, novembro 17, 2011

Ter ou não ter, eis a questão!

O assunto do dia é a reportagem da Sábado onde a jornalista Inês Pereirinha realizou algumas perguntas a universitários portugueses, coisa que indignou muita gente devido à montagem final da referida reportagem. Tudo bem, já percebi que há quem tenha adorado e quem tenha detestado a reportagem, e a mim nem despertou nenhum destes sentimentos extremos. Mas o que me traz até aqui não é a dita reportagem em si mas sim a resposta de um dos entrevistados, que pelos vistos se sente muito ofendido. É um direito que lhe assiste, é um facto. E o facto de prometer processar a jornalista da Sábado é outro direito que lhe assiste. Se vai ganhar ou não, aí a conversa é outra e também não é tema deste post.

O que me prendeu a atenção, me fez reler, e por pouco me fazia chamar outras pessoas para ler por mim, foi a prova que esse entrevistado indignado apresentou para defender a sua cultura geral. Diz ele que no caminho de casa para a escola e da escola para casa lê os jornais gratuitos que consegue encontrar e que é assinante da Visão. Sim, é com estes dois argumentos que ele sustenta a sua cultura geral. Antes de mais perceba-se que eu não estou a querer por em causa a cultura geral que ele poderá ter, mas astúcia para argumentar é coisa que lhe parece faltar - no caso de não ser devido à falta de argumentos, claro. Eu não costumo ler jornais gratuitos (também não me cruzo com eles), serei mais inculto por isso? Se calhar sou... nunca é tarde para descobrir a verdade! E esse crime de raramente comprar a Visão e de nunca ter sido assinante da revista, faz de mim um calhau com dois olhos? Vá, não precisam de responder, a minha auto-estima já está a cavar um buraco de livre vontade. 

Esperem, se calhar até tenho salvação. Eu leio jornais pagos. Tudo bem que não os leio a caminho do trabalho, nas curvas não dá jeito, mas leio noutras alturas do dia. E se é verdade que são pagos, não é menos verdade que eu não os pago, o que faz com que esse jornais pagos para mim sejam gratuitos, o que por si só já me deve garantir alguma cultura geral. Estão comigo? Acho que sim, afinal vocês estão a ler um blogue gratuito, que certamente não é a mesma coisa que um jornal gratuito, mas já não é de desprezar a cultura geral que vos confere a leitura destas linhas. Os meus parabéns a vocês, seus loucos da cultura geral!

Para finalizar, em minha defesa digo-vos que compro a Sábado semanalmente. Pois, não é a Visão nem tenho assinatura da revista, mas porra, também é uma newsmagazine, e uma vez que a compro todas as semanas é como se tivesse assinatura. Mais uns pozinhos de cultura geral para mim, sou um sortudo!

E agora está na altura de vos deixar novamente em paz, tenho que ir ler a Sábado, ouvi dizer que tem lá uma reportagem gira com umas perguntas feitas a uns universitários portugueses...


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

3 Comentários:

60 Sinais disse...

Meu caro...se alguém comprou os jornais, não são grátis...portanto não venhas com rodeios...não tens cultura geral e ponto final! Ah e não és assinante na Visão? Que falta de chá...vou já deixar de seguir este blog...

Cirrus disse...

A cultura geral é um conceito que pode ser demasiado realtivo. O que para mim é cultura geral, como saber em que ano foram emitidas as Afonsinas, para outra pessoa é um facto que nem lhe passava pela cabeça. Admito haverem ali perguntas muito fáceis, mas a verdade é que também só mostraram as respostas erradas...

Dylan disse...

Este vídeo foi montagem, não foi?!...

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO