segunda-feira, julho 11, 2011

Portanto é fazer as contas

As pessoas que dizem que vão ficar sem 50% do subsidio de Natal devido ao imposto extraordinário têm um de dois problemas:

1 - Têm um salário altíssimo e em vez de o andarem a usufruir andam-se a queixar do que vão perder no subsidio de Natal;
2 - Não sabem fazer contas.

Como diria Luís Filipe Vieira, ambas as duas são preocupantes.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

5 Comentários:

Ana disse...

Mesmo que tenham um salário altíssimo, nunca ficarão sem os 50%, a não ser que o valor do subsídio de Natal delas não seja igual ao do ordenado.

afectado disse...

sim, mas aí estou a dar de barato que arredondem...

Cirrus disse...

Há determinados escalões de IRS em que isso será amplamente possível, se se desse o caso de a cobrança ser feita de uma vez só. Duvido que assim seja.

Sendo uma cobrança faseada, é novamente possível acontecer o abaixamento dos escalões de IRS, e em termos relativos o corte se aproximar muito dos 50%.

É uma questão de contas e escalões. Que é possível, e para mais gente do que seria de esperar, é. Perfeitamente possível. Não estás a contar com as taxas variáveis de IRS...

Seja como for, a maioria das pessoas não se refere, de facto, a isso, e não sabem interpretar a Lei. Obviamente, não vamos ver nem um tostão do Subsídio de Natal, pois vamos precisar de ainda mais "correcções", portanto, é irrelevante.

Lady Me disse...

Eu concordo contigo. Já expliquei isto a muita gente e continuam a dizer o mesmo! haja paciência!

Cirrus disse...

Como desconfiava:

http://economia.publico.pt/Noticia/rendimentos-mais-altos-com-corte-superior-a-50-do-valor-liquido-do-subsidio-de-natal_1503667

Não sou bruxo, mas é preciso fazer contas tendo em conta todas as variáveis e não embarcar apenas no "espírito da Lei".

Publicar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO