sexta-feira, junho 12, 2009

Filha da...

Depois de ler isto, fico com duas lições para memória futura. Primeira: não guardar a minha fortuna num colchão por mais que isso me pareça uma boa ideia para evitar os bancos. Segunda: definir desde cedo os limites das surpresas que os meus filhos me poderão fazer, independentemente da boa vontade deles, que como é sabido, é do que não falta no inferno.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

5 Comentários:

Alguém disse...

Caraças... sem palavrinhas!!! Nenhumas... É que aquilo é mesmo muito dinheiro! :S

afectado disse...

alguém, ah pois é. e deitado fora assim, até mil euros era muito.

mjf disse...

Olá!
Vou já avisar a minha filha:=)
eheheh

Beijocas

de Marte disse...

E nesta altura está um pé-rapado (que encontrou um colchão velho no lixo) a dormir num sitio fofinho, sem saber que tem uma fortuna debaixo dos ossos...

:)

é o fluxo financeiro, meu caro. O dinheiro circula!

Ehehehe

beijos

Treze disse...

É o chamado sentido de oportunidade...

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO