domingo, dezembro 07, 2008

O mundo nunca mais será o mesmo


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

9 Comentários:

Pronuncia disse...

Já tinha lido esta notícia.
Afinal parece que o "Presidente da Câmara" lá do sítio sempre está a levar a dele avante. Já há algum tempo que ele dizia que não queria que Amesterdão fosse associada à prostituição e afins.

Acho má política. Afinal as trabalhadoras do sexo até pagam impostos e parece que não são assim tão poucas as receitas a reverterem para o Estado.

Além disso fazia parte do encanto pitoresco de Amesterdão.

Que seria do Pigalle em Paris se também resolvesses fazer o que o PC de Amesterdão está a fazer.
E a "Red Street" de Bragança, depois vai ser comparada com que cidade? Afinal já estavam quase geminadas! Não me parece justo, acabar assim com as pretensões dos Bragantinos.
:)

afectado disse...

Bragança mudará de nome para New Amsterdam :)

Assim mesmo em inglês, para ter uma dimensão global!

Pronuncia disse...

É uma boa ideia é sim senhor!

Eu cá se fosse o PC de Bragança, tratava de aproveitar, e não só o nome, comprava tudo a preço de saldo (sim que Amesterdão deve vender barato) e instalava a Indústria do Sexo lá na terrinha. Aposto que nunca mais se ia queixar da falta de desenvolvimento do interior, nem da fuga de pessoas para o litoral. Era uma grande alavanca para a Economia local e ... quiça do País!

pensando bem, ora aqui está uma medida estruturante, não só para o interior, como para Portugal.
Qual aeroporto, qual TGV, quais barragens, o Sr. Sousa deveria pensar nisso a sério.

Bem que lhe podias escrever uma cartita a expor a ideia (era capaz de ser hilariante.
:)

afectado disse...

eu acho que ele deveria tentar trazer de amsterdão para bragança as casas que vão fechar. assim haveria uma nova red light no mundo.

com isto passava a haver a desertificação do litoral, o que seria um fenómeno engraçado. era ver tudo a dar desculpas aos companheiros(as) dizendo que tinham que ir a uma reunião a bragança e para nos os esperarem para jantar :)

eu por acaso há muito que defendo (não que o que eu defenda interesse para alguma coisa ao país) a liberalização da prostituição (e digo isto muito a sério). acho que sairia toda gente a ganhar da situação, e era escusado acontecerem certas coisas que assim acontecem!

Pronuncia disse...

Também defendo a legalização da prostituição, que diga-se de passagem, em Portugal já foi legal, antes do 25 de Abril (as "meninas" para exercerem a profissão tinham que ter um atestado médico).

Mas, mesmo que fosse uma profissão legalizada, ias continuar a ter muita prostituição não declarada. O estado ficava um bocadinho mais rico mas os danos colaterais que hoje existem continuavam a existir. Talvez em menor escala, mas iam continuar a existir.

afectado disse...

Continuaria a haver prostituição não declarada porque esse é sempre o caminho mais fácil E claro que muitas não iriam aceitar passar a dar uma parte do que ganham deitadas (de pé, whatever) ao governo que não está deitado mas que dorme.

Contudo não considero isso uma razão minimamente suficiente para não se avançar com a legalização. Até porque há muitos não-prostitutos e não-prostitutas que não declaram... e não é por isso que profissões de médico, advogado, etc etc, deixam de ser legais.

Crest© disse...

Isso é óptimo para nós aqui em Hamburgo, pois irá estimular o turismo sexual. É que o segundo maior Red District que em breve será o maior é aqui em Hamburgo e é propriedade do governo do estado de Hamburgo, logo nunca fechará, pois é o maior financiador do senado e o que permite o desenvolvimento alucinante da cidade.

afectado disse...

crest, estás muito confiante, olha que bragança para lá caminha :P

TeddyLover disse...

Sempre quero vêr se eles se vão aguentar...estamos cá pra vêr...

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO