terça-feira, junho 10, 2008

Os grevistas continuam a exercer ditadura

Hoje morreu atropelado um dos camionistas que estava num dos piquetes, atropelado por outro camionista que por não querer parar se precipitou numa manobra tornando este atentado à liberdade (a que muitos chamam luta por melhores condições) num acontecimento manchado de sangue. Ninguém se pode dizer muito surpreendido com este desfecho, pois se havia quem tivesse a levar pedradas nos seus camiões, a probabilidade de ocorrer algum acidente era elevada. Não foi com origem nas pedradas, mas podia ter sido.

Sendo os grevistas as pessoas que mais apregoam a liberdade aos sete ventos, era bom que deixassem os outros ter a liberdade de não aderir à greve e tentarem ganhar o seu que tanta falta fará em casa. Ainda hoje à noite numa reportagem ouvi um estafermo qualquer dizer a um camionista "oh meu amigo, você não é obrigado a parar. se quiser pode continuar, é livre de decidir isso. agora se continuar e se o seu camião for empurrado para uma valeta ou levar com pedras, não diga que não foi avisado. aqui se é greve para uns, é greve para todos". Começo a achar escandaloso as autoridades não actuarem perante anormalidades destas... ou isto é normal? Tristeza de país e de mentalidades.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

1 Comentário:

Allie disse...

Lá está... antes estavam proibidos de fazer greve, agora são obrigados...

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO