segunda-feira, março 24, 2008

Minho: Portagens contestadas

Estradas com obras permanentes, muito comércio e trânsito excessivo. As nacionais 101 e 103 (ligam Braga a Guimarães e Barcelos, respectivamente) são um martírio para quem as percorre. As alternativas são caras e utilizar diariamente a auto-estrada pode ficar bem caro. "Os minhotos que diariamente se deslocam pela A11 entre Braga e Guimarães para trabalhar pagam mais 120 euros/ano em portagens do que os residentes da área de Lisboa", avança Pedro Morgado, do blogue Avenida Central, um dos poucos espaços de contestação, uma vez que a posição das autarquias da região revela-se volátil, consoante a cor partidária que governa desde Lisboa.

Seja como for, o Minho está a organizar-se para aderir ao movimento mais vasto que envolve as comissões de utentes contra as portagens e que está a promover um abaixo-assinado que deverá ser subscrito por 30 mil a 50 mil utentes.

Recentemente, a AENOR (concessionária das auto-estradas) lançou uma campanha publicitária que apregoa os ganhos temporais decorrentes da utilização dessas vias, por oposição ao congestionado trânsito nas "nacionais".

"Tratando-se da única alternativa, deveria haver mais cuidado com a EN103, mas o que vemos são obras constantes. Um infindável número de pontos de estrangulamento à normal circulação. Obrigam mesmo a optar pela auto-estrada", afirma José Queirós, um dos contestatários ao modelo de portagens em vigor.

Aprofundando o estudo sobre as despesas que os minhotos têm de suportar, Pedro Morgado pegou na máquina de calcular "As contas são fáceis de fazer. Braga e Guimarães estão à distância de 13,8 quilómetros através da A11, uma auto-estrada concessionada à AENOR. Este troço tem um preço de 1,35 euros. Já na CREL, por exemplo, o troço de 14 quilómetros entre Pontinha e Zambujal custa 1,15 euros".

A aproximação de eleições deverá trazer o assunto de volta às agendas partidárias, mas para já os políticos não aprofundam a questão.

Outros textos a ler:
PS: Obrigado ao João Sousa pelo post.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

3 Comentários:

Maria Manuela disse...

120 euros /ano ainda é dinheiro pá e esses chulos que ganham ordendos fantásticos já se enchem o suficiente... Eu não sou do Minho mas estou solidária, carago!!!

SílviA disse...

Ja tinha pensado fazer um post com essa da publicidade da AENOR. É ridiculo.

E as autarquias deviam ter vergonha. Se a AENOR publica aquilo é porque as estradas estão sempre congestionadas e esburacadas.

Eu vou muitas vezes a Guimaraes e quase sempre pela auto estrada porque a nacional é uma vergonha e comparadas com as portagens do centro e sul é muito mais caro.

Allie disse...

As portagens são uma autentica roubalheira. Vou mt vezes a Barcelos, e dependendo da hora ou vou pela AE ou pela nacional. Fica mt caro pela AE, mas pla nacional apanhamos tractores frequentemente.

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO