quinta-feira, novembro 29, 2007

1/2 Leite e Uma Torrada - Pesadelo de Natal

“O fim material de toda a actividade humana é o consumo.”
Willian Beveridge

Todos os anos milhares de pessoas prometem não pôr os pés num shopping por altura do Natal. Todos os anos milhares de pessoas quebram promessas.

Ao Domingo à tarde, o shopping passou a ser para centenas de famílias o que antigamente eram os parques da cidade para os nossos pais. A diferença está que em vez do carrinho dos gelados ou das castanhas quentes, temos agora o MacDonalds e a Sandes e Companhia.

Os novos centros comerciais adaptam-se cada vez mais às necessidades da população, tendo alguns, inclusive, farmácias, posto CTT e agências bancárias. Nos dias de hoje, onde já não interessa o serviço personalizado com direito a sorriso de boas-vindas, não faz sentido andar em ruas estreitas onde é difícil estacionar, para comprar os bens necessários à casa ou roupas e prendas. Porque não desfrutar de estacionamento grátis, fácil e abrigado, e de uma “rua” quente e aconchegante com todas as lojas à distância de uns passos. Já agora, porque não tomar um café, enquanto espreitamos as mesmas?

Mas, todo este conforto se transforma rapidamente em desconforto a partir de Novembro, terminando pelo fim de Janeiro (quando toda a mercadoria em saldo já foi devidamente vista, revista e até vendida).

Entrar no shopping por estes dias faz-me pensar que vou enfrentar uma manada de búfalos em fúria. Casais a discutir, crianças a gritar, crianças a correr, encontrões… e nas lojas… tudo revirado, peças rasgadas, filas intermináveis para experimentar, filas ainda mais intermináveis para pagar, funcionários nervosos e antipáticos.

O clima festivo do Natal rapidamente se transforma num pesadelo do qual só recuperámos meses depois, altura em que prometemos não voltar a entrar num shopping em alturas como esta. Pois…

Não devíamos fazer promessas quando sabemos que não as vamos cumprir.

Texto escrito por Allie.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

5 Comentários:

afectado disse...

Era suposto o Natal ser muito mais e melhor que isso, mas infelizmente o que retrataste no texto é cada vez mais o espírito natalício que há um pouco (ou muito...) por todo o lado...

luafeiticeira disse...

Pois, o Natal, só falta que inventem uma música com natal a rimar com comercial.
jocas natalícias

Nana Lopes disse...

O que escreveu é a mais pura verdade.Uma pena que esquecem do aniversariante e seus ensinamentos.Gostei de seu blog,venho sempre por aqui,mas só hoje resolvi postar.Bjs

Allie disse...

Lembrei-me disto, depois de ter ido ao shopping num Sábado à noite, não para passear, mas porque queria ir ao cinema! E acabei por ficar tão irritada com aquela confusão, que a meio do filme (que era uma seca) viemos embora!

afectado disse...

nana lopes,

faça desta a sua casa e volte sempre :)

Bjs

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO