terça-feira, outubro 19, 2010

O anónimo que não toma os comprimidos

Ontem apareceu neste blogue um anónimo que se esqueceu de tomar a medicação e que consequentemente começou a delirar com uma cadência impressionante. Foi espumando parvoíce até que ficou a falar sozinho, o que claramente o deixou magoado. Ficou no blogue mais de uma hora à espera de uma resposta feito cãozinho (ou cadela) abandonado, comentou novamente a ver se tinha sorte, mas nada, a solidão tinha regressado à sua vida após uma hora de felicidade em que alguém solidário, eu, lhe deu atenção.

Curiosamente, ou não, hoje de manhã fui avisado que tinham denunciado a minha conta do Facebook, a qual foi fechada sem aviso prévio como é hábito daquela rede social. Tudo bem, isso afecta a minha vida mais ou menos nesta base: nada. E portanto o meu dia foi igual a outros dias. E os próximos continuarão a ser iguais a esses mesmos outros dias.

Há quem diga, e têm-me dito isso desde ontem à noite, que o sucesso se mede também pelos inimigos e pelos invejosos que nos perseguem. O problema é que este anónimo não é um inimigo, é apenas um caso clínico a precisar de retomar a medicação. Quanto à parte do invejoso, apresenta sintomas. Mas pronto, isso representa pouco mais que nada.

Disseram-me também que as pessoas que escolhem tentar perturbar sob a capa do anonimato apenas se metem com os bons bloggers, coisa da qual mais uma vez discordo. Anónimos deste tipo não têm inteligência para sequer reconhecer um bom blogger, apenas gostam de perturbar, é o momento alto do dia escuro em que a sua vida se afunda.

E eu é que cometi um erro, a culpa disto tudo foi minha. Este anónimo ficou irritado quando leu algo que eu disse, algo que despedaçou a sua vida. Para os que ainda não perceberam, recordo as frases que eu escrevi no post em causa, Pedidos de casamento em blogues?:

Dessas pessoas, em termos amorosos, eu só quereria distância. Muita de preferência. 

É admirável o efeito que duas pequenas frases podem ter no comportamento de alguém. Quando se trata de alguém descompensado, claro.

Para finalizar relembro o anónimo que não toma os comprimidos que também pode denunciar a minha conta do Twitter caso isso contribua para amenizar as suas frustrações e acalmar os espasmos.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

48 Comentários:

Sissy disse...

Eu pensava que a história dos anónimos totós já tinham acabado... afinal não...

Santa paciência...

AUFDERMAUR disse...

Brilhante!!! Este é daqueles posts que é mesmo delicioso de ler! Intimamente não consigo deixar de me sentir parcialmente culpada por todo este imbróglio por te ter andado a incentivar a deixares a tua faceta de incendiário vir ao de cima... Tu bem disseste que às vezes é preciso ser-se apaziguador mas eu nunca imaginei que houvesse pessoas tão facilmente inflamáveis pelas tuas palavras... Tudo isto poderia ter sido evitado se tivesses escrito "Dessas pessoas, em termos amorosos, eu só quereria distância. A menos que me convençam do contrário;)"

Ana disse...

Isto é com cada filme... há pessoal que não bate mesmo bem.

Teresa V. disse...

Essa do casamento foi ontem. Hoje é a Cocó na Fralda que espuma de raiva no blog dos Caras de Cu. É que ninguém pode criticar uma senhora tão delicada. Ahahahah.

Cirrus disse...

Bem, eu puxei o autoclismo... Ou pelo menos ajudei.

Mie disse...

Tambem ja tens anonimos de estimacao? E viva o luxo ;)

melisand disse...

Caraças isto de ler os blogs no google reader faz com que perca esse tipo de comentários.

Conclusao: acho que há muita gente que tem é tempo a mais para andar a denunciar contas facebook e fazer comentários parvos.

Tana disse...

Está na moda a moda, está na moda o amor nos blogues, os pedidos de casamento,as bloggers ficarem grávidas ao mesmo tempo, os temas por dias da semana, o blogger mais parvo bla bla bla, os anónimos e fecharem as contas de facebook!
O que virá a seguir?

Beijinhos.

Vani disse...

o_O já não bastam os anónimos dos comentários online?...

- o "teu" anónimo não será o que fez o pedido?...

Vani disse...

eu queria dizer jornais... os "anónimos" dos comentários dos jornais online... :D

Vani disse...

ok, eu vou tomar os pimidos... espero que a tua anónima tb tome as dela...

Anne disse...

estou uns dias longe daqui e perco pedidos de casamento, doentes que escaparam de um manicómio a passar por aqui... perco sempre a diversão toda... =D

afectado disse...

bem, lá vou eu responder a todos os comentários e lá vai o anónimo começar a fervilhar e a bater com os cornos na parede por isso.

afectado disse...

sissy, nunca acaba, vai-se renovando...

afectado disse...

aufdermaur, não se perdeu nada, e ninguém tem culpa. os médicos é que deviam acompanhar o anónimo mais de perto porque já deu para ver que ele não vai seguir à risca a medicação.

afectado disse...

ana, isto seria caso para manicómio, aposto.

afectado disse...

teresa, não vi isso, mas se o faz de forma identificada, tudo bem, respeito.

afectado disse...

cirrus, e fizeste tu muito bem!

afectado disse...

mie, passo bem sem eles. não sou dado a esses luxos.

afectado disse...

melisand, tempo a mais e juízo a menos.

afectado disse...

tana, não sei, só sei que eu dispenso bem essas modas todas. infelizmente há quem queira perder o seu tempo comigo. o MEC diz que o amor é fodido, eu digo que a frustração é fodida, este anónimo demonstra bem isso.

afectado disse...

vani, qual pedido?

afectado disse...

anne, vens sempre a tempo de mais. isto vai sendo regular pela blogosfera fora.

Vani disse...

de casamento. Ocorreu-me que o anónimo/a anónima podia ser ou o noivo ou a noiva, despeitados... :P

afectado disse...

vani, se for ele, tudo bem, o não que levou passa a estar mais que explicado. no entanto não creio que fosse ele. era estúpido demais andar a brincar a isto quando estava a passar um mau momento...

Vani disse...

chiça, ainda por cima levou não? ai... sim... aqueles comentários no teu post, mais abaixo, têm mão feminina.

Vani disse...

Não lhe dês conversa, mesmo... a regra de ouro é; don't feed the trolls! :D Um troll alimenta-se dos teus comentários... :D

Paula disse...

Fico à espera de novo convite no FB!!! Agora vou beber a casa de quem?! :p

cheiro a ti disse...

eu ainda nem estou a acreditar!!! mas esta gentinha não tem mesmo mais nada que fazer?!?!

completamente... anormal!! sinceramente!!

Anónimo disse...

Olha, olha, não fui eu que te mandei desactivar a conta, que isso fique bem claro.
E tenho uma teoria, quem desactivou a conta foste tu mesmo, pois, fez-te impressão eu saber o que tinhas escrito no facebook, tão simples quanto isso. Mas se eu já te disse que sou um dos teus comentadores de todos os dias, é normal que estivesse no teu facebook e que volte a estar caso venhas a criar um facebook novo.
Estava somente a meter-me contigo, assim como ainda estou.

Anónimo disse...

Ou seja, há por aí alguém que te deseja mal, e não sou eu!

afectado disse...

vani, é pena não se alimentar dos comprimidos, precisa.

afectado disse...

paula, há muita gente que sabe receber tão bem ou melhor que eu.

afectado disse...

cheiro a ti, anormal é elogio para esta pessoa.

afectado disse...

anónimo, a falta dos comprimidos começa-se a sentir mais intensamente. reparou no que disse? primeiro fantasia que fui eu que desactivei a conta (ui, que tanto que eu ganhava com isso) e depois diz que há por aí alguém que me deseja mal e que não é você. então em que ficamos, fui eu ou foi alguém? não seja ridículo.

se me incomodasse que lesse o que eu lá escrevia, acha que tinha 606 'amigos' lá? e porque me incomodaria, revelei lá os meus planos para derrubar o governo? denunciei lá casos de corrupção? de facto a minha conta tinha que ser ultra secreta.

se foi alguém, então devia pensar que está a servir de escudo a alguém. se gosta de fazer esse papel, continue, porque até me convencerem do contrário, não duvido que foi você que o fez. despediu-se à meia noite e tal e ficou no blogue até depois das duas à espera de resposta, isso já diz muito... a frustração deve ter sido tanta, que se virou para o facebook.

Anónimo disse...

Se não foste tu, e pelo grau de irritação manifestada, não foste tu, olha eu também não fui.
Eu acredito que tu acredites que tenha sido eu, mas não fui eu.
Portanto para além de mim, que não sou anónimo nenhum, há por aí mais alguém, que não sabe brincar.

afectado disse...

anónimo, e você sabe brincar? quando tiver tempo há-de mostrar isso.

Anónimo disse...

Pode ter sido uma brincadeira parva, confesso. Meter-me contigo em anónimo, depois foste dando corda. E ri-me. Sou uma pessoa bem disposta, por isso venho cá sempre com nick, que tu bem conheces.
Agora, já não acho assim tanta graça, pois até me desiludiste, ao baixares tanto de nível. Achava que eras mais bem disposto. Mas as pessoas revelam-se nestas alturas.

afectado disse...

anónimo, concordo, as pessoas revelam-se... o seu tipo de pessoa está à vista de todos. clarinho como a água.

Anónimo disse...

E a tua também. Não sabes que não se dá corda a anónimos?
E mais logo ou amanhã quando voltar a comentar com o meu nick de sempre, vais-me dar as boas vindas e pensar que sou uma boa pessoa. Nunca se sabe quem está por detrás de um nick, aprende isso.
E com esta me vou embora querido Afectas. Relaxa ou não! Se porventura aparecer aí outro anónimo não sou eu, já não volto como anónimo. Mas, anónimos há muitos. Até há aqueles amigos do facebook que te denunciam, vê lá tu.

Anónimo disse...

Hello!

O quê?! Fico 1 dia ou 2 sem 'visitar' a casa e passou-se isto tudo? E já não somos amigos no FB porque te denunciaram a conta, tal como fizeram à Bad (que felizmente já abriu outra)? Olha só a estupidez... É falta do que fazer na vida.
Oh Afectado, alguém ficou deveras sentido/a com o que a tua falta de, sei lá, cyber-romantismo (inventei uma palavra nova?!) :)

T. xx

afectado disse...

T., é mesmo falta do que fazer...

deve ser isso, desiludi alguém. ainda bem, não se perdeu nada :)

Blade disse...

Bolas,

Isto de estar uns tempos fora da blogesfera tem destas coisas...

Que o Facebook era uma ferramenta que permitita potêncializar os blogs já era de esperar, eu próprio tentei integrar os dois mundos, mas rápidamente decidi separa-los.

Agora ter contas de facebook apagadas por causa de um tótó que não gostou da opinião de um blogger é mesmo surreal.

É caso para dizer... Afectado não te deixes afectar por anónimos. A melhor resposta a quem não tem coragem de assinar o que escreve é o silêncio ou em alternativa o botão do delete :)

Abraço

afectado disse...

blade, o interessante é que o anónimo, que é anónima, deixou de o ser... só foi pena não ter sido a própria a mostrar-se e a fazer o mea culpa, não ter tido esse gesto de dignidade. falta-lhe em dignidade o que sobra em covardia...

SmS disse...

eh lá...eu ja te tinha achado falta la no fb n sabia erta o que praki ia...arre!!!

Malena disse...

Oh pá! Também quero um anónimo, pronto! ;))

afectado disse...

sms, o que não tomar os comprimidos faz...

afectado disse...

malena, eu ofereço-te este. vale zero, mas se queres um, então fica já com este.

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO