quarta-feira, junho 23, 2010

Olá, eu sou o Afectado, em que posso ajudar?

Quem foi ao McDonald's nos últimos meses, certamente lhe soa a familiar o título deste post. Por alguma razão que eu desconheço, passou a ser prática habitual os seus empregados receberem os pedidos com um "Olá, eu sou fulano, em que posso ajudar?". A primeira vez que ouvi isto, estranhei tanto que em vez de fazer o pedido, fiquei a olhar para a pessoa em causa. Ele não estranhou muito a minha reacção, já devia estar habituado que as outras pessoas também ficassem retidas alguns momentos a reflectir sobre aquela introdução...

Já estranho menos, é verdade, mas não deixo de achar sempre que aquilo não tem lógica. Em que posso ajudar? Ora, se eu estou na fila dos pedidos do McDonald's, se chega a minha vez de ser atendido, que raio quererei eu? Será mesmo necessário perguntar isso? É que me parece mais ou menos óbvio que estou lá apenas com um objectivo, o de pedir um menu (ou seja o que for) para comer. Mas cá para mim não sou apenas eu que estranho isto, eles ao atender também devem estranhar o que dizem.

Agora imaginem que um dia me dava para responder à pergunta que eles fazem do seguinte modo: olhe, já que fala nisso, dava-me jeito 500 mil euros, que fizesse a limpeza da minha casa, o jardim está a precisar de uns cuidados, gostava de saber como está o jogo de futebol que deve estar a acabar a esta hora, ando à procura de um carro novo mas não encontro o que procuro, também queria um aumento, e já agora que se mostrou tão disponível também podia ser o número de telemóvel da sua colega que está ali. Ah, e um Menu Big Mac com Coca-cola.

Pior, imaginem que eu adoptava a moda, e a cada comentário vosso eu respondia com Olá, eu sou o Afectado, em que posso ajudar?


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

26 Comentários:

Ana disse...

Ao que eu respondia: "simula aí um rapto ou coisa do género e tira-me daqui para fora!"

afectado disse...

ana, basta ires ao mcdonald's que eles ajudam-te :)

Anne disse...

uma coisa que detesto é quando peço um hamburger e eles: com queijo ou sem queijo???

se eu quisesse queijo pedia um cheeseburger HELLO????????????
e digo lhes sempre isso. se quisesse queijo pedia um cheese, por isso é que pedi um hamburger... desconfio que um dia destes me mandam à merda mas eu tenho razão e pronto!!! :P

afectado disse...

anne, qualquer dia cospem-te no hamburger :P

Ana disse...

Então bem posso sufocar aqui dentro, já que detesto McDonald's...:-)

afectado disse...

ana, eles perguntam em que podem ajudar. não precisas pedir comida lá, pedes só esse favor... :P

Allie disse...

Eu tenho pena de quem trabalha lá. Houve uma altura em que usavam um boné ridículo com um grande sorriso e eles pareciam tudo menos felizes. E têm razões para isso. Um colega que veio para cá trabalhar, chegou a trabalhar 1 mês no de Famalicão. O horário dele era aos fins-de-semana e 3 dias à semana. Desde a abertura até à noite. Sabes quanto lhe pagaram? 300€!

Malena disse...

Huummm... se for um rapaz jeitoso...quem sabe?;)

afectado disse...

allie, no outro dia quando estava a ser atendido um falou que tinha recebido 530 euros. mas se calhar tinha feito horas extra e afins...

afectado disse...

malena, ajudar em quê? :P

Sandra Oliveira disse...

Mc Donnalds só em desespero de causa, mas dá vontade de lhes responder torto, lá isso dá.

Mas como costumo dizer, para perguntas estúpidas, respostas idiotas.

Suspiro disse...

Giro giro era eles atenderem o pessoal a fazer aquela dança do bigmacblablabla... Isso é que era de valor! ;)

Elza Magna disse...

Creio que eles importaram essa idiotice daqui do Brasil. Não sei se a estão a usar nos Mc daqui, pois não me apetece os hamburguers de borracha que eles oferecem, mas é comum ouvir-se essa pergunta idiota quando se está a olhar as vitrines das lojas. Para livrar-me desse assédio inconveniete, costumo responder qualquer coisa desconexa, a gaguejar e fanhosamente. Sempre funciona: deixam-me olhar as vitrines em paz. Este recurso é muito eficiente também para responder ao telefone quando me liga um chato a querer vender alguma porcaria.

Pronúncia disse...

Não vou ao Mac... recuso-me terminantemente!

Mas esta é parecida com uma que acontecia, penso que no Continente, em que na zona da padaria, o empregado sorria sempre, porque no cesto onde se colocavam os tickets da nossa vez do lado voltado para ele dizia "Sorria"... será que também lá estava o "... está a ser filmado"?! :P

Fi disse...

Hoje fui ao Mac e não tive a "sorte" de ser abordada dessa forma xD

Sadeek disse...

Se o fizesses, eu, provavelmente, ficava a olhar para ti com cara de parvo. A que tenho, portanto. HAHAHAHA

Eu também estranhei quando fui abordado assim. Até porque foi no "drive". E continuo a não "entranhar".

Caty disse...

espetacular :)

e olha q quase n admito q rasguem o mc..lol.. sou completamente viciada! Mas tens todaaa a razão ;)

Tulipa disse...

É uma parvoíce e soa a pouco espontâneo...ou seja, tem completamente o efeito contrário do que é pretendido. :) Kiss

afectado disse...

sandra, ou como eu digo aqui, para parvo, parvo e meio :)

afectado disse...

suspiro, isso sim lol

afectado disse...

elza, podia só importar as coisas boas...

afectado disse...

pronúncia, não sejas tão fundamentalista :)

afectado disse...

fi, sorte a tua!!

afectado disse...

sadeek, nas primeiras vezes até nos deixa sem reacção :D

afectado disse...

caty, eu falo mal, mas vou lá comer :P

afectado disse...

tulipa, precisamente!

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO