segunda-feira, novembro 09, 2009

O paraíso é aqui

Uma reportagem da Sábado prendeu-me a atenção pelo seu titulo (Bem-vindos ao paraíso dos políticos). E de facto, lendo a mesma, não há dúvidas que os nossos politicos estão no paraíso. Vejamos: Estados Unidos, Austrália, França, Alemanha, Espanha, Itália, Holanda, Irlanda, Canadá, Luxemburgo, Bélgica, Finlândia, Áustria, Suécia e Eslovénia são alguns dos países onde os politicos não estão incluídos no grupo prioritário para receber a vacina da gripe A. Em Portugal estão. E não, não estamos a falar apenas do governo ou do presidente da republica. O grupo prioritário inclui os deputados e, espantem-se, funcionários dos partidos. Isso mesmo. Se um mero funcionário de um dos 5 partidos com deputados eleitos na assembleia tivesse um infortúnio com a gripe A, o país corria o risco de parar. E se o azar calhasse a um deputado? Provavelmente era o fim do país como o conhecemos (talvez isso não fosse mau), começaria a guerra civil, Espanha aproveitaria a oportunidade e vinha pelas fronteiras a dentro e conquistaria o nosso país.
Felizmente nem todos os deputados alinham nesta ideia de serem prioritários e alguns abdicaram da sua posição prioritária. Dos que já disseram querer aproveitar a oportunidade, destaco Francisco Louçã que está sempre pronto a defender os pobres e oprimidos mas agora nem hesita em passa-los (crianças, idosos, grávidas, doentes crónicos, etc) à frente quando se trata de fazer algo que teoricamente lhe salva o traseiro. Olha para o que eu digo, não olhes para o que eu faço.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

24 Comentários:

Lisa disse...

Mas tu ainda estranhas estas atitudes?? :P
São politicos, esta-lhes no sangue!!! :P
E realmente devemos ser o pais paraiso da politica!!! Enfim...

Trequita disse...

e... mais nomes, não há? Cá para mim podem levar todos a vacina (eu não tenciono vacinar-me de qualquer forma!)

Vani disse...

Eh pah. Fico a torcer pela invasão espanhola...

Estou de acordo com a trequita: vacinem-se todos, todos! Se a vacina der pró torto...muahahahahah! Espanha, Espanha, Espanha! :D

Entonces? Que tal? :D (é melhor ir treinando o cumprimento)

afectado disse...

lisa, estranhar, não estranho. mas que é sintomático fazer a comparação, isso é.

afectado disse...

trequita, eu também não, ainda assim é uma questão de princípios, ou, no caso dos nossos políticos, da falta deles.

Vani disse...

A brincar, a brincar...trabalhei em Espanha um tempito e as diferenças entre lá e cá são abissais. Lá não havia falta de material, um professor acompanhava-me sempre e explicava-me os processos todos (numa atrapalhação de espanhol, ingles, portunhol, gestos e rabiscos loool e sabes que mais, entendi-me muito bem com ele e não houve falhas de comunicação), uma técnica tratava de preparar o material necessário aos "experimentos", outras lavavam a loiça usada (ah pois, aqui fazes isso tuinho...e depois admiram-se de a investigação andar lentamente aqui...), os professores têm meio ano para ser professores e outro meio ano para serem investigadores (repita-se o mesmo do outro parentesis...), as residencias de estudantes funcionam como hoteis de 3 estrelas (aliás, muito melhor que hostais...) e não são caras...bem, e isto só ao pé da fronteira...

afectado disse...

vani, se eles tomam a vacina não é para impedir que as pessoas comuns a tomem e assim fiquem protegidos dos efeitos secundários...

só sei duas ou três frases em espanhol e nenhuma encaixava neste comentário :)

afectado disse...

vani, conheço essas diferenças :)

Vani disse...

LOL, obviamente que não tomam a vacina para nos proteger ahahahah, isso era sinal de algo que eles não têm, escrúpulos! Eu estava a dizer no sentido de desejar que a vacina tenha efeitos secundários, como forma de nos livrarmos deles... :D

Vani disse...

ps - eu sei algumas frases em espanhol, mas não compreendo muito bem o espanhol falado (aliás, mesmo nada bem looool) e muito menos o sei falar (tirando uma ou outra coisinha). Contudo, entendo bem o escrito e desenrasco-me a escreve-lo.

Vani disse...

"Olha para o que eu digo, não olhes para o que eu faço" - gosto mais de, "bem prega frei tomás, faz o q ele diz mas não o q ele faz" :D

ps2 - por acaso até aprendi uns palavrões ahahah, falados :D (estavam sempre a dizer coño ahahah)

afectado disse...

vani, eu escrever não sei bem, mas entende-los a falar até me safo relativamente bem. e a fazer-me entender falando também, apesar de não ser um espanhol correcto.

Vani disse...

É um portunhol, então :D. Bem, as linguas estrangeiras técnicas são mais simples que a lingua corrente, o espanhol nem se fala. No meu caso é sempre assim, escrevo e leio bem, mas não entendo a lingua falada, nem sei falá-la (ou falo-a muito mal porque não pronuncio correctamente).

13EtMundus disse...

Verdade... Mas mentira.
A idéia está lá e concordo plenamente; contudo, a realidade distorce completamente a história, pois a vacina contra a gripa A é MAIS perigosa que ser infectado pelo vírus em si (já para não falar das pessoas que podem tomar a vacina e nunca serem expostas).

Aliás, todo o burburinho à volta da Gripe A só é possível dada a total ignorância e estupidificação da sociedade.

Cirrus disse...

Vá-se lá perceber esta arte de ser político, ou de fazer o serviço público... OOPS! Isso era na Grécia Antiga!!

afectado disse...

13etmundus, claro que o texto é escrito na suposição da qualidade da vacina, aliás, nem de outro modo teria lógica escreve-lo pois os nossos políticos para passarem à frente de quem mais precisa, é porque estão convictos da utilidade da mesma.

quanto a dizer que a vacina é mais perigosa do que a gripe A, não posso concordar. então se os que estão contra a vacina afirmam que esta não foi devidamente testada, que é necessário mais tempo para ver os efeitos secundários, etc, como podem afirmar que é mais perigosa quando ao mesmo tempo dizem que os seus efeitos são desconhecidos?

e digo isto perfeitamente à vontade pois eu não tomaria a vacina por os seus efeitos ainda não serem totalmente conhecidos. mas daí a afirmar-se que a vacina é mais perigosa que a gripe A... vai uma grande distância.

afectado disse...

cirrus, pois, realmente não dá para perceber estes políticos!

Pronúncia disse...

E assim se vê a fibra de que os nossos políticos são feitos... uma vergonha! Mas nada que não se esperasse, vindo de quem vem... e ainda por cima, aposto que aproveitam a covardia para a disfarçarem de altruísmo e andarem para aí a gabarem-se de quão boas pessoas são!... Miseráveis!

Lia disse...

faz o que eu digo, não faças o que eu faço... ah pois é!

13EtMundus disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
13EtMundus disse...

´afectado, respondendo:

http://www.dailymail.co.uk/news/article-1206807/Swine-flu-jab-link-killer-nerve-disease-Leaked-letter-reveals-concern-neurologists-25-deaths-America.html

http://www.lemondrop.com/2009/11/05/why-i-wont-get-the-h1n1-vaccine/

E muitíssimos mais, basta pesquisar. Para além dos factos, há muitas teorias da conspiração à volta de todo o assunto, e sinceramente não me espantaria absolutamente nada que algumas sejam verdadeiras, até porque faz todo o sentido.

Já para não falar da idiotice que é todo o alarido por causa de uma doença com uma taxa de mortalidade/morbilidade absurdamente baixa, quando, por exemplo, a malária afecta cerca de 350 milhões de pessoas no mundo, mata mais de 1 milhão anualmente e é uma doença cujo tratamento é incomparavelmente mais barato que uma vacina para a gripe A.

Já agora, só como nota de fundo (não que signifique alguma coisa, mas explica o porquê de me interessar particularmente pelo assunto): Em breve serei profissional de saúde.

13EtMundus disse...

E também já agora:

Os próprios criadores da vacina negam-se a ser vacinados:
http://www.youtube.com/watch?v=B4SmFxyust0&feature=related

Alguns factos interessantes:
http://www.youtube.com/watch?v=P33L_6vGRBI

afectado disse...

pronúncia, claro que sim! o louçã disse que aceita tomar a vacina como prioritário para dar o exemplo ao povo... é mesmo treta de extrema esquerda!

afectado disse...

13etmundus, porque têm medo dos efeitos secundários que a vacina poderá ter. tal como eu disse.

também há vídeos de pessoas da área da saúde a dizer que tomam a vacina e recomendam. quais são os vídeos com maior validade, os que apresentaste ou os outros? não sabemos. são opiniões que podem estar certas ou não. só quando se conhecerem os efeitos secundários (a existirem minimamente visíveis) o saberemos.

quanto a essa comparação com a malária, desculpa mas é o argumento que não aceito. não é por uma doença matar mais gente que não nos vamos tentar curar de outra. se assim fosse, apenas se tentava curar o cancro que mata mais... os outros não se fazia nada, ou pelo menos fazia-se menos do que no que mata mais.

quanto às teorias da conspiração, não é por fazerem sentido que passam a estar certas. regra geral apontam para as farmaceuticas... mas porque não outros? há muita mais gente a ganhar com isto (como é natural, farmacêuticas e afins ganham a vida com o nosso mal... é como os mecânicos e nem por isso ouço teorias da conspiração contra eles).

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO