terça-feira, julho 14, 2009

Já começou

Aí está uma das coisas que mais me incomoda no verão... os emigrantes na estrada. Ainda hoje cruzei-me com dois tipos de condutores deste grupo. Um é aquele que não sabe ao certo por onde ir, e então muda de faixa quando já nada o faz prever. Apesar de tudo ainda tenho alguma compreensão com estes pois quando estamos em lugares desconhecidos por vezes estas manobras são mais fortes que nós. O outro é aquele que pensa que vem para cá e que durante o mês que passam cá esta porcaria é toda deles e que lá fora é que se conduz bem. Com estes não tenho compreensão alguma, pois são uns otários na e da estrada. Daqueles que se forem numa variante com três faixas, andam da direita para a esquerda e vice versa, consecutivamente, para ultrapassar e com isso ganhar o famoso (fica bem esta palavra aqui) meio minuto. Daqueles que se julgam o Schumacher em versão bigode na cara.
E é por estas coisas que no verão a minha vontade é andar sempre com os quatro piscas ligados. É que com esta malta à solta, o perigo é constante.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

26 Comentários:

Ricardo Costa disse...

Concordo contigo, é a pior coisa que pode haver. Ou então aquele da mãozinha de fora, nas calmas, deixando o carro ir até ao meio da estrada. Fantástico.

Lá está, o Schumacher de bigode e anéis. Sinónimo de Agosto, pois claro.

Sara non c'e disse...

Adoro os emigras que vêm para cá falar francês e que já quase parecem não entender o português, mas que quase de certeza que lá fora se batem por falar a lingua de Camões. Não posso com emigras francius...

Cirrus disse...

Há-os franciús, mas os de outros países ainda conseguem ser bem piores...

Cor do Sol disse...

Tu não me fales em emigrantes que eu estou a um passo de cortar os pulsos. Aiii.

Pronúncia disse...

Afectado, é bem verdade, mas isso acontece por várias razões.
Uma delas é pela falta de civismo e pelo facto de nos países de onde vêm não poderem transgredir com tanto à vontade com medo da multa (tipo cachorro quando está preso e quando o soltas dá uma corrida a 200 à hora).
Por outro lado, a mania de se acharem condutores de fórmula 1, só para "impressionarem", quando durante quase todo o ano nem aos treinos vão, porque não conduzem.
Mas olha que não são os únicos, há muito Tuga a fazer concorrência aos Franciús. O problema é que nesta altura juntam-se os dois e a desgraça duplica.

Nem de propósito, hoje estive para fazer um post sobre os condutores que pensam que a pintura de linhas na estrada estão lá só para enfeitar, por ter sido um dia pródigo em condutores pouco civilizados (mais que o normal) e por acaso nenhum era franciú.

Raios que tu andas a ler pensamentos (a conclusão no comentário que deixas-te lá no meu estaminé e agora um texto sobre condutores)... ;)

Allie disse...

Os emigrantes foram à procura de uma melhor vida, maiores rendimentos, etc... Claro que quando voltam à terra, querem mostrar que valeu a pena, que são bem sucedidos e que foi a melhor decisão que tomaram. A forma como conduzem, como falam, como agem mostra apenas o seu ego inchado de quem foi bem sucedido. Por acaso, nunca notei isso nas minhas tias, porque sempre fizeram questão de dizer que para terem o que têm trabalharam muito, mas há de tudo.

André Miguel disse...

Subscrevo e assino por baixo.
Nem Portugal seria o mesmo sem a presença em Agosto desses "artistas" de bigode, cabelo comprido atrás, camisa aberta a mostrar os cabelos do peito e fio de ouro ao pescoço... Ah e o BMW ou Mercedes da idade da pedra!

Vani disse...

Bolas, concordo totalmente. E ainda ontem quase me vi metida num choque em cadeia. Um carro avariou na faixa da esquerda da via do infante...mesmo ao lado de uma saída para portimão, albufeira etc. O triangulo, de tão perto que estava do carro, só avisava tarde demais quem desse com aquele emplastro ali especado, ainda por cima de portas escancaradas e sem colete posto. Os que vão a zurzir na faixa da esquerda, atiram-se para a da direita, os que estão na da direita atiram-se para a faixa de desaceleração e os que vêm atrás dão graças por alguns santos daquele amontoado se ter lembrado de daros 4 piscas a avisar...senão, tinhamos omelete de vanis...ufa...assim que deu, toca a mandar mensagem pró 112. Não sei se a mulherzinha estava a chamar os meios competentes, mas eu chamei :-p. Viva o 112 por sms :D

Vani disse...

E é já este fds que vou fugir de faro. É o fds da concentração internacional de motards. E eu vivo mesmo à beira da avenida que eles gostam de usar como pista de corrida...

mjf disse...

Olá!
Coitados...e esperam eles meses para voltarem á terrinha e fazerem asneiras, que não podem fazer nos países onde vivem:=)))

Beijocas

afectado disse...

ricardo costa, e ainda só estamos em julho.

afectado disse...

sara non c'e, eu não separo os francius dos outros.

afectado disse...

cirrus, exacto.

afectado disse...

cor do sol, espero que não tenhas dado esse passo :)

afectado disse...

pronúncia, nunca tinha avisado que leio pensamentos? raios, esqueci-me de o fazer!

afectado disse...

allie, eu não sou contra os emigrantes. até admiro alguns. no entanto, neste mês e no próximo na estrada apanham-se alguns sustos com eles :P

afectado disse...

andré miguel, boa descrição :D

afectado disse...

vani, 112 por sms? como se faz?

afectado disse...

mjf, bem visto :)

"De uma Loira" disse...

Afectado, isso é nas auto-estradas, em que têm a mania de mostrar que têm carros bons, ou que eles conseguem conduzir melhor que os portugueses. Apenas temos que ter cuidado com eles nas saídas das auto-estradas, porque nunca sabem bem onde sair (o GPS já ajuda). Mas quando estamos a falar de estradas nacionais...eles andam a 30 km/h! Põe-se a conversar com os passageiros sobre os sítios por onde vão passando, apreciando ou criticando, sejam casas ou campos, lojas ou mar!
Somos mesmo 'Santos' por nos controlarmos na estrada com eles (ou não...).
Bjss

afectado disse...

"de uma loira", há diversas situações características deles :)

ariana luna disse...

Já cá andam? Chegaram cedo...

Naja disse...

Ai pa! A proposito disto tenho que te contar:

quando saí da faculdade, fui estrategicamente trabalhar numa cafetaria que era de uma câmara municipal. Naturalmente que apanhei destes bichos. Tenho muitas situações, mas só conto 2.

1. Avec, com camisa havaiana, pelos no peito qual tony ramos e cheio de mania que era rico:

- Menina quero um wiscky...
- (já te f*di!) - qual é a marca?
- Ah! desses dos mais caros!
- Claro, como queira!

(passei a tarde a marcar Martins 20 anos na conta e a servir Vat 69)

2.

- Ab... mais... bon... Menina quero um ice tea!
- Sim! Temos manga, pêssego e limão.
- Ah! Pode ser de pêche!
- Como lhe disse, inicialmente, temos de manga, pêssego e de limão. De peixe não há!

Beijosss:)

afectado disse...

ariana luna, para eles nunca é cedo...

afectado disse...

naja, tu és má :)

Cirrus disse...

Tá aí uma ideia - ice tea de peixe!!!

:)

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO