quinta-feira, maio 28, 2009

Sem exageros por favor

Há pessoas que exageram as coisas que dizem por vicio e já não sabem dizer as coisas de outra forma. Há outras que o fazem com uma boa intenção. Um caso gritante deste facto é a minha dentista. Antes de mais, digo que desejo que Deus a guarde por muito tempo pois ao que oiço dizer de outros dentistas saiu-me o euromilhões dos dentes. No entanto a verdade é que ela tem um pequeno defeito... no que diz respeito à consulta em si, exagera. Mas exagera mesmo! No inicio isso ainda produzia efeito em mim, agora já não é bem assim. Ainda me lembro de ela dizer que agora ia doer muito e eu mal sentir o que ela me estava a espetar na gengiva. De me dizer para tomar algo para as dores em casa pois iria me doer durante aquele dia, quando nada senti durante todo o dia.

Eu percebo-a, ela prepara-me para o pior e depois, não acontecendo, até deixa uma pessoa mais à vontade. O problema é que vai chegar o dia em que ela não está a exagerar porque realmente vai doer e eu não vou estar mentalmente preparado para essa dor, porque já não dou credibilidade a esses avisos. Não será grave, não vou gritar, chorar ou até pegar naqueles utensílios que eles aplicam em nós e furar-lhe o pescoço de um lado ao outro. Pelo menos hoje estou convicto que não farei nada disso, na altura logo se verá... mas prometo vir cá contar, aconteça o que acontecer (na prisão também já há banda larga?).

Eu como não gosto que sejam assim, na minha actividade profissional não o sou, como é lógico. Tirando um ou outro caso em que dá jeito (€), por norma não o sou. E a propósito disto lembro-me de ter ido a uma reunião com o meu ex-patrão e que às tantas eu disse algo à pessoa com quem estávamos a reunir que a fez parar para pensar no que queria. Coisa pouca. Passado uns segundos lá voltou ao que queria e, penso eu, pensou que eu estava a exagerar no que disse (como é hábito de muito boa gente). Pois bem, não estava. Infelizmente para ela, não estava. Daqui a 2 ou 3 anos quando se comprovar que eu acertei no que disse ela vai-se lembrar de mim. Aposto. Mas aí que vá bater à porta do meu ex-patrão porque para esse peditório já eu dei!

E pensando bem a culpa pode nem ser dela, mas sim de todas as pessoas que são exageradas e que depois fazem com que quando se encontra alguém que diz as coisas como são, se pense que é exagero. Se vocês são assim, então a culpa também é vossa!


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

8 Comentários:

Allie disse...

Que post exagerado e cheio de exageros. Por acaso também vou falar sobre dentes... Nascidos no mesmo dia e sofrendo as mesmas dores... Vá lá, tu não sofres.

Normalmente irrito-me um pouco com os exagerados, sejam dos pessimistas ou dos optimistas. Irritam-me porque parecem valorizar demais as coisas ao ponto de se tornarem chatos e incómodos.

Gosto de pessoas mais terra-a-terra, realistas. No final, estão preparadas para tudo, mas sem exageros.

afectado disse...

allie, que comentário exagerado :P

até ver tenho tido sorte que ela tem trabalhado bem e feito um trabalho indolor! mas em julho que é que vou tirar a limpo se ela realmente domina a arte :)

eu por vezes também exagero, isso acho que toda gente faz de vez em quando... mas sempre é que não, por favor!

Vani disse...

Hãn?...óh pah, que exagero!...

;-)

afectado disse...

vani, não sejas exagerada!

Sara non c'e disse...

Onde é essa dentista dos deuses? É a pergunta que se impõe :P

afectado disse...

sara non c'e, em braga.

"De uma Loira" disse...

Olá...
Comento este poste um pouco tarde, mas senti necessidade de o fazer.
Ponto 1: Quero o contacto da tua dentista! Não sentis-te a picada da anestesia?Quando tive que levar anestesia quase me agarrei à cadeia...:s
Ponto 2: Tudo neste mundo é exagerado; acredito que todos temos um pouquinho que seja de exagero, nem que seja em pequeninas coisas do dia-a-dia...estarei errada?:)
Ponto 3: Há pessoas às quais podemos dar a opinião mais fundamenta possível; mas se a pessoa que escuta estiver virada para uma ideia fixa esquece! Isto a respeito dos conselhos que deste, que foram tidos como exagerados.
Ponto 4: E para não tornar este comentário exageradamente extenso, felicito o Afectado por esta partilha de ideias e vivências, caracterizando este poste, sem qualquer exagero, como 5 Estrelas;p

Bjss

afectado disse...

"de uma loira", nunca é tarde para comentar :)

quanto ao contacto da dentista, sorry, sou um egoísta e tenho medo que a fama lhe suba a cabeça que ela ainda é jovem hahahaha! em 3 vezes que fui anestesiado por ela, senti apenas numa e nada de especial a não ser aquela ligeira impressão que causa sempre. mas só isso.

claro que todos temos algo de exagerado. mas o problema é quando depois se confundem os exageros com os não exageros. por exemplo, esta dentista só me vai conseguir deixar alerta quando disser "afectado, agora a dor vai ser tão grande que vais desmaiar e não sei se acordas mais" :P

eu não sei se os meus conselhos/avisos foram tidos como exagerados porque ela nunca me disse. mas fiquei com a ideia que sim. daqui a 2 ou 3 anos eu irei, se ainda for possível, eu irei saber da reacção dela...

obrigado pelo elogio :)

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO