segunda-feira, maio 04, 2009

Dilema de um benfiquista

Antes de mais gostava de saber onde andam os benfiquistas que no inicio da época tanto elogiaram a construção deste plantel. Qualidade não faltava e o equilibrio necessário estava lá, diziam eles. Certamente que agora já não dizem isso.

Mas a razão deste post é outra. A questão que tenho feito a mim algumas vezes é qual a situação relativa à continuidade de Quique que melhor servirá o clube. Por um lado, tendo em conta o que se tem passado esta época, o mais normal é que Quique não fique. Pior do que o 3º lugar (se não correr pior até ao fim da liga), é a desorientação que se sente na equipa. Nove meses depois e a equipa ainda joga da mesma forma desconexa e sem fibra. Por outro lado, sou a favor da estabilidade e penso que essa é a melhor forma para se atingir o sucesso num projecto. Talvez se no Benfica, nestes últimos quinze anos, alguém tivesse tido a coragem de manter um treinador dois ou três anos seguidos, a história hoje em dia fosse outra.

O problema é que eu tenho sérias dúvidas que Quique seja a estabilidade que o Benfica tanto precisa há anos e anos.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

31 Comentários:

Treze disse...

Não há coragem de manter um treinador por dois ou três anos porque os presidentes andam à boleia dos adeptos. Adeptos esses que ano após ano (e já lá vão 15) acreditam que uma equipa que vê sair e entrar praticamente um plantel completo é capaz de ser campeã só porque o clube foi "glorioso" há 40/50 anos atrás.

Adeptos esses também que, perdoem-me, são completamente cegos e continuam a acreditar que as arbitragens é que determinam os vencedores finais. Mas isto sou eu que penso...

André disse...

Mas qual é agora o problema com o Quique... Não fez pior que os outros antes dele, continua a manter o 3º lugar!

Bruno Fehr disse...

Alguém tem de pagar a factura e no Benfica os meninos da bola são sempre inocentes.

afectado disse...

treze, infelizmente, apesar de ser benfiquista, a minha opinião não anda muito longe da tua.

só não sei é se o quique é o treinador necessário. talvez um mais barato fosse mais útil numa fase inicial de estabilização.

quando estava o fernando santos, apesar de eu não ser grande fã dele, sempre defendi a continuidade dele. aliás, após o despedimento do fernando santos, fiquei com a sensação que nada mais de bom poderia acontecer com este presidente a liderar o clube.

afectado disse...

andré, até fez melhor... no ano passado ficamos em 4º :P

o problema é que passado meses e meses a equipa está na mesma. e teve opções durante a época muito duvidosas como a de deixar o melhor ponta de lança do plantel sem jogar durante o tempo em que o suazo mesmo a coxear podia jogar.

o que não me agrada se ele sair é que mais uma vez se começará um ciclo e que mais uma vez esse ciclo poderá terminar daqui a um ano.

está tudo a compor-se para o porto no próximo ano chegar ao penta novamente.

afectado disse...

bruno fehr, pois, há muitos jogadores no benfica que são isso mesmo: meninos da bola.

o problema é que eles não obrigaram ninguém a aceita-los no benfica. alguém os escolheu.

johnny disse...

"Antes de mais gostava de saber onde andam os benfiquistas que no inicio da época tanto elogiaram a construção deste plantel. Qualidade não faltava e o equilibrio necessário estava lá, diziam eles. Certamente que agora já não dizem isso."

Eu digo!

(Admito que talvez dissesse o mesmo no tempo do Marcelo, Calado, Tahar, Pembridge, Pringle, Luis Carlos, Sabry - nem quero recordar mais - mas quero acreditar que não o faria e que estou a ser objectivo)

O Plantel, tirando a inexistência de um lateral-esquerdo - bem substituido pelo David Luiz, nunca pelo Jorge Ribeiro - e um extremo-direito (talvez substituível pelo carlos Martins ou pelo Di Maria, mas nunca pelo Balboa) é um plantel de qualidade que apenas precisa de amadurecer (Di Maria, todos os centrais com a excepção do Luisão) e treinar um modelo base que passa pelo aproveitamento do Aimar e do Cardozo.
Quanto ao treinador - aqui admito que não estou a ser objectivo - é o melhor (porque está no benfica) e temos de apostar (rezar - por favor, por favo- para que corra bem na próxima época). Afinal, quando ele estava no Valencia, a equipa jogava bem.

Se querem saber, até porque penso que o Benfica ainda pode ser campeão (não me digam que é impossível, porque os outros ainda podem ser castigados com a perda de pontos ou qualquer coisa do género) os probelmas do benfica resumem-se a dois constantes problemas do Benfica desde que Pinto da Costa está no poder:

- Bruxedos
- Falta de sorte

afectado disse...

johny, no inicio da época, no comentário a um post na tertúlia benfiquista eu afirmei que não percebia tanto optimismo com o plantel. na altura atacaram o que eu disse pois era óbvio que o plantel era mesmo bom...

eu apenas apontei o que me saltava à vista. faltava um extremo direito de jeito pois balboa não me convencia minimamente pelo que vi na pré-época (na altura havia quem dissesse que fazia lembrar o poborsky!!!!!). faltava pelo menos um lateral direito uma vez que o maxi era apenas uma adaptação. confesso que acabei por gostar do desempenho do maxi que à falta de inspiração sempre recorreu à transpiração (se todos suassem a camisola como ele...), mas mesmo assim era essencial ter concorrência para o lugar, no mínimo. para a lateral esquerda tínhamos o léo e o jorge ribeiro que como alternativa, servia. infelizmente quique arrumou o léo.

no meio campo a saída do petit (a zero porque o benfica assim autorizou!!!!) não foi suficientemente colmatada.

faltar um extremo direito, um lateral direito e um pitbull como o petit na equipa titulares parece-me que justificam plenamente o termo "plantel desiquilibrado".

fique o quique ou não, espero que as contratações sejam cirurgicamente planeadas. mas o mais provável é irem buscar mais avançados para porem o cardozo no banco, mais centrais quando já temos 4, mais guarda-redes, etc.

se assim for, não vale a pena trocar de treinador pois seja quem for, não vai resultar.

se por sua vez forem inteligentes e tiverem dois olhos na cara, então é que vale a pena considerar o lugar do quique. e aí acredito que ele até pode trazer resultados, apesar de esta época ter tomado algumas decisões de competência algo duvidosa.

Ricardo disse...

Na minha opinião, aquilo que o Benfica realmente precisa é de uma profunda reestruturação. Um projecto a médio prazo, que sirva essencialmente para dar estabilidade à equipa. O Benfica não é estável, claramente.

Confesso que gosto do Quique mas desiludiu-me um pouco. É um tipo simpático, comunica bem, não arranja problemas. Mas não me parece assim tão bom na sua função: a de treinar. Tem feitos imensas experiências, parece andar um pouco à deriva e jogar consoante o adversário, previligiando a missão defensiva.

Ora, também não acho que mudar de treinador e contratar mais uma dúzia de jogadores resolva o problema. É isso que o Benfica tem feito. Os resultados não são bons...

Além do mais, os benfiquistas colocaram esta época as expectativas demasiado altas em função dos jogadores contratados (Aimar, Reyes, Suazo...). Houve entusiamos a mais, na minha opinião.

Em traços largos, é isto que posso dizer. Até porque já tem escrito sobre isso no meu blogue.

afectado disse...

ricardo, o problema é que ninguém tem a coragem de assumir isso. nem a direcção de deixar as coisas claras tal como soares franco deixou no sporting ao dizer quais eram as suas prioridades e o que isso implicava a nível do (pouco) reforço da equipa de futebol.

e os adeptos do benfica, que como já aqui foi dito, ainda vivem dos sucessos dos anos 60/70 e com isso afirmam a superioridade do clube, mas que não tem quaisquer consequência no presente. é preciso que os adeptos também ganhem consciência que é preciso aguentar uns anos sem ganhar se assim for necessário. se assim toda gente pensasse, não seria necessário contratar por empréstimo o suazo que veio para cá ganhar imenso, tapar o lugar ao melhor avançado do clube (por estupidez do treinador, claro) e que agora vai-se embora. de que serve um empréstimo assim numa equipa que precisa ser construída sustentavelmente? pois, de nada...

Treze disse...

afectado,

quanto ao treinador, não tenho dúvidas de que seja competente e tenha conhecimentos de futebol (embora duvide que o tenha em relação à realidade do futebol praticado cá), mas faz-me confusão ir buscar um treinador por tantos milhares de € ao mês (mesmo que fosse um vencedor).

Quanto à qualidade do planteel, continuo sem perceber porque se continua a investir em jogadores que já ganharam o que tinham a ganhar e que motivação já pouca deve ser.

E johnny, quanto ao Di Maria não sei não... Pelo menos no SLB já não sei se vai lá...

Ricardo disse...

afectado,

Concordo em absoluto. Os benfiquistas não podem continuar a viver do passado. Há que haver consciência de que o Benfica há muito perdeu a grandeza que teve em épocas passadas.

Sara non c'e disse...

Eu voto num belo pontapé no esférico traseiro do Quique com força suficiente para afastá-lo, pelo menos, de Lisboa...

johnny disse...

Deixem-me discordar de todos em vários pontos:

- Primeiro, o Benfica nunca deixará de ser grande, porque a grandeza é objectiva. É grande, maior do que qualquer um em Portugal e maior do que a maior parte nessa coisa esférica que soem chamar de mundo.

- Reestruturação? Sou contra elas por pincípio. No meio da maior merd@ encontrar-se-á sempre alguma coisa que se aproveite e valha a pena manter, nem que seja o roupeiro.

- O Di Maria (ainda) vai dar um grande jogador!

- A ida do Petit não me deixou assim tantas saudades. Para mim, o katsouranis ali dava conta de tudo. No meio: Ruben e katso.

Aliás, com Quim, Maxi, Luisão (sem o qual perdemos mais pontos), Sidnei, David Luiz, katso, Ruben, Aimar, Reys, Carlos Martins e Cardozo, num 4-2-3-1 caracteristicamente portugÊs, basta treinar muito e pronto... tá feito.

afectado disse...

treze, de facto ele no valência fez um bom trabalho. aqui, até ver, não o está a fazer. talvez não se tenha adaptado a certas particularidades do nosso futebol, mas já cá está há 10 meses, já era altura de saber mais um bocado do que quando cá chegou. um treinador que traga vitórias e campeonatos, em principio não é caro, seja quem for. mas é verdade que com menos dinheiro se conseguem os mesmos resultados...

quanto aos jogadores, é uma mania dos nossos clubes de quererem dizer que contratam estrelas.

afectado disse...

ricardo, eu já me convenci disso, pelo menos em supremacia de futebol no campo. mas convencer disso a maior parte dos benfiquistas......

afectado disse...

sara non c´e, o mais estúpido é que se ele fosse para o porto, era campeão.

Pronúncia disse...

Não serão os mesmos que ontem estavam à espera da equipa no aeroporto?!... ;)

afectado disse...

johny, a grandeza que o benfica tem, neste momento, não é a que me interessa. eu quero uma equipa forte, conquistadora. nos anos em que não conseguir ganhar, já que ninguém pode ganhar sempre, pelo menos que tenha brio. este ano a equipa não tem esse brio tão importante...

o di maria provavelmente vai ser daqueles que vai ser bom quando sair do benfica. mas mesmo assim não creio que vá ser uma estrela de um grande europeu.

o que eu critico na saída do petit foi deixarem-no ir a zero. para isso mais valia ficar que dava jeito.

infelizmente um campeão não é feito só de onze...

PS: lembrei-me agora, e o adu? pois, emprestamos, tínhamos cá gente a mais com qualidade.

afectado disse...

pronúncia, nem todos...

Dylan disse...

Afectado,

É indiscutível que o plantel actual do Benfica é de grande qualidade mas parece evidente que o Quique não sabe conduzir o bólide. Ao contrário dos outros anos, o plantel dava garantias de termos uma época razoável.
De quem é a culpa? Bem, de muitos factores, a começar pelo jogo no Porto onde fomos prejudicados, sabendo de antemão que uma vitória nesse antro daria uma moral elevada a todo o "staf" até final da época.
Quando falam em carradas de jogadores, todos os anos, que são contratados e é impossível sermos campeões por causa disso, dá-me vontade de rir. Como é que o Chelsea e o Real Madrid têm sido campeões?
Alguém tem dúvidas que o futebol português está viciado? Eu não...

Suzy disse...

Como benfiquista, e das boas, diga-se de passagem,preocupo-me é em saber se o próximo treinador vai ter metade do charme que o Quique tem. O resto, logo se vê!!

afectado disse...

dylan, essa da moral não pega por uma razão. nesta época o benfica em jornadas que sabia que se ganhasse alcançava o primeiro lugar, não ganhou. se isso não deu motivação...

e mais, pior que tudo, a participação na UEFA este ano foi vergonhosa. para irem lá fazer aquela merda, mais vale ficarem em casa e não perderem tempo.

plantel razoável? sim, mas isso não é suficiente para se ganhar um campeonato. um plantel tem que ser bom e equilibrado, premissas fundamentais. e há uma coisa que me custa imenso... ver o porto aproveitar jogadores dos pequenos enquanto o benfica vai buscar jogadores de qualidade semelhante ou mesmo pior ao estrangeiro por 3 ou 4 vezes mais dinheiro. vejamos o caso do lateral esquerdo. tínhamos o léo e deixamos ir embora porque nem calçava as chuteiras. passamos a jogar com um futuro bom central na esquerda. que fez o porto? foi buscar um ao setúbal, bem baratinho, e que tem valor.

estou cansado de ver os benfiquistas descarregarem tudo nas arbitragens, quando a realidade é que o benfica esta época, mesmo em condições normais, não seria campeão. primeiro arrumemos a casa, deixemos de ter o nosso responsável ao jogo que é do porto (como o tal gonçalves deste fim de semana), e larguemos definitivamente a demagogia do "para o ano é que é", da "espinha dorsal da selecção" e do "benfica que em 2008 ia lutar pela vitória na champions". o LFV diz estas coisas e tem quem o aplauda...

afectado disse...

suzy, isso só me interessa se com esse facto houver mais benfiquistas belas a aparecerem para o ver :)

PDuarte disse...

o problema não está no projecto mas nos arquitectos.
pode vir quem tu quiseres.
ali há um efeito de eucalipto que definha os melhores.
as coiss atingiram um ponto muito perigoso companheiro.
o Titanic também foi ao fundo.

afectado disse...

pduarte, sem dúvida que estamos a chegar a um ponto perigoso. espero que se faça luz nas próximas eleições...

Treze disse...

Dylan,

só um pequeno (grande) pormenor relativamente às contratações.

Quanto ao Chelsea já não é campeão há 3 anos (a contar já com este campeonato que o não erá) e foi-o porque foi buscar jogadores que pouco ou nada tinham ganho apesar de uma qualidade inquestionável e tinham essa motivação de querer ir mais longe. No Benfica acontece o oposto (além do que disse o afectado em relação aos estrangeiros).

Quanto ao Real, penso que posso afirmar o mesmo em certa medida, acrescentando-lhe o facto de terem no plantel o Raul, o Casillas e o Guti que são um autêntico cartão de visita e suporte da mística (para usar uma expressão nossa) que outros não terão.
Além de que, queiramos quer não, o Real está ao nível do Barça actualmente enquanto que o SLB não está ao do FCP há muito (precisamente por políticas de fraca qualidade)

SRRAJ disse...

Gosto do Benfica assim. Não alteraria nada ;-)

afectado disse...

srraj, isso vindo de uma sportinguista já diz muito ;)

Cirrus disse...

Sim, quando for grande quero ser como o Sporting!!!!

afectado disse...

cirrus, como o sporting não!

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO