sexta-feira, janeiro 23, 2009

Chinese Democracy*

Fala-se muito das atrocidades dos muçulmanos (e ainda se devia falar mais) mas já não se ouve falar tanto das que nos chegam da China. Se em Portugal temos politicos com cabeça oca a governar-nos, na China os politicos não padecem desse problema! Esses têm a cabeça cheia... de merda! Para controlarem a quantidade de população têm a lei do filho único. Como a preferência lá é para ter um filho e não uma filha, acontece a muitas meninas serem abandonadas ou mesmo assassinadas pelos pais! Os orfanatos chineses estão cheios de meninas e de meninos deficientes. Lá, uma menina é equiparada a um menino deficiente. A estupidez e o radicalismo da situação é tão grave que uma mulher chinesa estrangulou o seu filho de 9 anos para poder engravidar do novo marido, contornando assim a lei!

*nome do novo álbum dos guns n' roses, apelidado de maligno e de plano para desestabilizar as instituições chinesas pelo jornal do partido comunista chinês.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

25 Comentários:

ipsis verbis disse...

É realmente uma merda... :(

afectado disse...

mas o mundo vai assobiando...

johny disse...

Não é para defender a China, nem para fazer o papel de advogado do diabo que está sempre do contra (ou talvez seja... é! Sem dúvida, é!), mas, fazendo o papel do CONTRA, acho que a China, em termos de direitos humanos, está num plano ascendente (Ok, seria impossível descer mais), no sentido em que, com o crescimento económico exponencial que tem vivido, vão começando (têm começado nos últimos anos) a ceder algumas regalias aos seus cidadãos que para nós são um dado adquirido. Mas - e aí é que reside o busílis da questão - o que me preocupa mais é o que está mais perto, são os países que parecem começar a descer no capítulo dos direitos humanos ou, pelo menos, que, com a crise, vão registando um aumento de ocorrências contra as crianças, contra a segurança, contra a democracia... e cito os exemplos que chegaram hoje da Noruega e da Suécia (agora não tenho a certeza se o outro que matou a namorada era da Suécia), assim como a morte de um miúdo de 14 anos às mãos de um políci cá em Portugal, ou ainda o tio do Sócrates que meteu uma cunha para um "Charles que era marido de uma senhora que conhecia de um sítio" que se traduziu na morte de alguns adultos, alguns bebés e da dignidade política. Eu até acho que é fácil ter pena dos que estão lá longe porque é uma pena que nos vai aquecendo sem nos queimar, mas o que está mais perto e que é sintomático de uma crise bem maior do que a crise económica é que tem de nos preocupar.

afectado disse...

johny, podes defender que eu gosto do contraditório :)

não sou conhecedor da situação actual da "democracia" na china. se dizes que está num plano ascendente, acredito. mas de todo o modo parece-me ainda muito longe, mesmo muito, de chegar a um nível aceitável. falaste em regalias que começam agora a ser cedidas aos cidadãos, mas são regalias ou direitos fundamentais? é que pelo menos para já, uma criança que nasça não tem o direito de ser rapariga...

os exemplos que falaste da noruega e da suécia, não sei ao certo o que são, ainda não li sobre o assunto. mas pelo menos no que referes ser possivelmente da suécia, é um crime isolado. isso, infelizmente, sempre teremos, em qualquer país do mundo. no caso da china são crimes mais transversais à população...

a morte do rapaz de 14 anos é de lamentar, mas convém inserir num contexto porque o policia não estava a caçar borboletas aos tiros e acertou no rapaz. e se neste país há profissão ingrata, é a de policia.

o tio do sócrates o quê? eu só tenho conhecimento do imbróglio do freeport, não sei nada de mortes...

a mim preocupa-me o que cá se passa, aliás, podendo parecer egoísta, preocupa-me tanto ou mais do que o que se passa na china porque aqui é que elas nos caem na pele. infelizmente cá só se vê políticos da treta, parecem fantoches. dos mais conhecidos, tenho dificuldade em apontar 2 ou 3 de jeito.

mesmo assim, se um dia portugal vier a ter um governo com politicas como essa do filho único do governo chinês, faço as malas e vou para outro país. nem penso duas vezes. se não tiver dinheiro para o bilhete de avião, meto-me no carro e vou para espanha antes que fechem a fronteira :)

johny disse...

Duas correcções:

Tem o direito de nascer rapariga, não tem é o direito de viver (ia pôr um smile, mas pareceu-me desadequado, tendo em conta que se fala da morte de nasciturnos)

A cena do tio do Sócrates só provocou uma morte, a da dignidade política.

De resto, concordo com tudo.

I.D.Pena disse...

Têm a cabeça cheia de merda e nenhuns escrúpulos, enfim são muitos, mas não são grande coisa.

afectado disse...

johny, sim, não tem é direito de viver.

ou seja, assumes que a dignidade politica ainda estava viva... :)
de qualquer modo, algo me diz que esta só foi a primeira facada deste caso. não sei é se vamos chegar a saber das outras! a nossa justiça quando quer é muito "porreira pá".

afectado disse...

i.d.pena, enfim... nem sei que mais te diga!

forteifeio disse...

É assim mesmo. grande post. É preciso denunciar estas atrocidades, mas o Ocidente sabe mas não quer saber porque o poder económico da China é muito grande.

loira disse...

Ninguém divulga as atrocidades da china porque não convém chatear os poderosos com armas de destruição maciça. Tal como ninguém divulga o Irão, não convém.

Allie disse...

Concordo que na China "direitos" e "humanos" não palavras usadas na mesma frase. Mas, todos estão a par das regras e têm de as cumprir, certo? Ou seja, a política pode ser uma merda, mas nada justifica o acto desta mulher. Ela estrangulou o filho (uma criança que saiu do próprio ventre) não porque ele estivesse em grave sofrimento devido a uma qualquer doença debilitante (que seria para mim a única razão possívelmente digna de discussão) mas porque queria ter outro!!!

Anónimo disse...

Os direitos humanos não existiam na china, muito menos para as mulheres e crianças. Os interesses políticos e económicos foram sempre, e serão sempre, o principal interesse desse país. Uma qualquer tentativa de mudar isto pelo povo, é condenação certa!Vivesse em medo total...
Revoluções?não dá, morte/condenação certa.
Intervenção externa?Um tremendo risco...
Solução para isto?Não faço ideia...mas a sensibilização mundial para esta situação pode tornar-se numa pressão política para os governantes da China. (O que já tem acontecido...mas de uma forma muito lenta.)
Felizmente alguns direitos têm vindo a ser implementado neste país, por muito escassos que sejam...
Seria preciso um Obama para este país...mas acho que não conseguiria ir muito longe.
Bjss ("De uma loira")

Pronúncia disse...

É uma verdadeira atrocidade. Aqui há uns tempos vi uma reportagem sobre este assunto, em que o jornalista com câmaras escondidas filmou o que se passava em orfanatos chineses, fiquei chocada e revoltada.
O problema é que quem pode fazer alguma coisa, não faz, porque não quer. Como sempre os factores económicos falam muito mais alto que os valores humanos.

Infelizmente o caso China não é único no mundo.

Os direitos humanos é uma coisa bonita de se falar, mas quando toca a fazê-los cumprir, isso já é uma história completamente diferente.

Além disso quando o objecto da violação dos direitos humanos são as mulheres, então as atrocidades são indiscritiveis.

Não consigo compreender como seres humanos tratam outros seres humanos. Nem os animais se tratam assim.

Absolutamente nada justifica estas situações.

:(

TeddyLover disse...

De facto, na China praticam-se horrores.
Horrores TÃO GRANDES que eu, confesso, não tenho palavras.
Tem andado a correr um mail, com um site e um filme, que eu não me atrevi a vêr porque logo à partida o mail diz que, é tão horrível, tão horrível, que é melhor não vêr...e faz uma pequena descrição do filme, que é tão horrível e chocante que eu nem vou aqui esticar-me muito. Muito sumariamente, "matam", mas não mataram ainda, cães, cachorrinhos, enfim...e esfolam-nos ainda vivos. Só que a descrição entra nuns pormenores que só de imaginar...se fica TÃO CHOCADO...quanto mais vêr o filme.
Depois, vem uma petição para ser assinada. Foi o que fiz, assinei-a e reenviei para outras pessoas.
Estou arrepiada. E não percebo o significado da existência de tais monstros, chineses ou fossem o que fossem. SÃO MONSTROS. NÃO SÃO GENTE. Às vezes interrogo-me...que culturas são estas, que costumes são estes, para quê e porquê têm que existir se são TÃO CHOCANTES. Se calhar para eles nós, ocidentais é que somos, lá sei eu o quê...e depois, a dimensão de tudo isto é tão grande...só me ocorre pensar que a coisa se resolvia com outros horrores radicais. Outras Cruzadas...seria uma chacina...mas parece que só com chacinas se exterminam outras chacinas...ou seja, o mal cortado de vez pela raiz. E por isso o mundo fecha os olhos. E por isso o Ocidente fecha os olhos. Chacina por chacina, melhor é fechar os olhos.

afectado disse...

forteifeio, chamemos-lhe hipocrisia ocidental perante a estupidez oriental!

afectado disse...

loira, pois... hipócritas :s

afectado disse...

allie, claro que neste caso a culpa é da mulher. a 100%!

a ideia para o post até surgiu por essa notícia... aproveitei a boleia e falei das consequências que a lei que sai daqueles cabeças cheias de merda tem!

afectado disse...

de uma loira, não façamos do obama um super herói. é apenas um homem que como tal tem defeitos. acredito na vontade que ele tem de mudar algumas coisas. acredito no carisma dele e na motivação que isso é capaz de gerar na população. mas o mundo não é cor de rosa e isso muitas vezes não é suficiente...

afectado disse...

pronúncia, verdade, normalmente as maiores vitimas destes casos são as mulheres. está atenta ao blog nos próximos dias...

afectado disse...

teddylover, espero nunca receber esse vídeo... :(

Van disse...

Bolas...e que pode o mundo fazer?...também é engraçada a esterilização que se pratica, não sei se aí tb. Dizem às mulheres que é uma vacina qq, mas esterilizam-nas...

Mas, que pode o mundo fazer?...

Van disse...

a china tem armas de destruição maciça?...nunca tinha ouvido tal...

O irão, não tem. Tem "apenas" um programa nuclear,ou a pretensa capacidade de desenvolver armas. Mas não as tem, que se saiba.

A china é muito grande. Tem milhões e milhões de habitantes, coisa que nos é impossivel de imaginar. Muitas aldeias isoladas. Muita ignorancia. Muitos velhos costumes. Muitos direitos humanos na fossa. Mas, não nos esqueçamos que é uma das culturas mais antigas que há. E que não compreendemos de todo, porque só há bem pouco tempo se abriram ao ocidente.
Não quero com isto desculpar nada, atenção. Apenas salientar que o que é errado e atroz para nós, não o é para eles. Estava mais a referir-me à cena dos canitos, que falaram num comentário. E o que nós, no ocidente, fazemos aos frangos nos aviários? E nos matadouros? Não é semelhante? Outra questão é, de onde veio esse video? é que, há um assim do genero a circular, lançado pela PETA. E a PETA é conhecida por forjar videos, nem que para isso tenha de esfolar animais...

Enfim, é um horror aos nossos olhos, é. Merdas que não entendemos e que não acreditamos serem possiveis nos dias de hoje. Mas, a verdade é que vivemos noutra realidade...

Mas uma cena, essa lei do filho unico é por mulher, ou por casal?? é que se é por casal, essa gaja além de matricida doentia, é burra: se tem um marido novo, é um casal novo, provavelmente podiam ter outro filho.

afectado disse...

van, pois, se pensarmos no que se faz por cá em matadouros e afins também tem o que se diga. mas não deixa de me fazer imensa confusão isso dos cães...

por acaso não tinha pensado que poderia ser a PETA. é que também já ouvi dizer umas coisas deles. no fundo essas organizações normalmente levam as suas lutas a extremos tais que chegam a ser doentios. a greenpeace também é um bom exemplo disso!

não sei, mas tenho ideia de ser por pessoa...

Van disse...

Há um blog, o Fossa Céptica (do skynet) -recomendo!- que muito se tem dedicado a desmascarar a PETA. Não são bocas atiradas do ar, o blogger baseia-se em provas e análise (porque quem tem cérebro vê logo q algo está mal). A PETA é uma organização de terroristas ecologicos. Sabes o que fazem aos animais que, supostamente, salvam? Matam-nos. Sabes com que fundamento? Para não serem adoptados. Porque? Porque o ser humano não merece a companhia de um cao. Entao, dizem que estao como que a eutanasiá-los...pois...cuidado com essas organizações. São peritas em jogar areia nos olhos das pessoas, tudo em nome dos animais, claro, ou do ambiente...há extremistas em todo o lado...

afectado disse...

vou dar uma vista de olhos nesse site :)

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO