domingo, março 16, 2008

Prostitutas Universitárias... Uma realidade que muitos desconhecem, mas que é cada vez mais comum...

Em Vila Real e Bragança uma nova forma de prostituição está a surgir. Cada vez mais estudantes universitárias, aliciadas pelo dinheiro fácil, se dedicam à mais velha profissão do mundo. O DN falou com três jovens estudantes, oriundas do Sul do País, que, sob nomes falsos, contaram como levam uma vida dupla.

As três admitem que a opção foi feita para terem uma vida desafogada, sem contar os tostões, podendo num só dia pagar a renda do apartamento. "A vantagem deste tipo de trabalho é não andar sempre a contar os euros", diz Vânia, estudante de 19 anos, a frequentar o segundo ano de um curso no Instituto Politécnico de Bragança. "Não é em todos os empregos que se consegue 200 ou 300 euros por dia. Com o que trazemos de casa, mal conseguimos sobreviver e assim vivemos melhor, sem termos de nos preocupar se o dinheiro vai chegar até ao fim do mês."

O resto na notícia aqui.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

16 Comentários:

PsYcHo_MiNd disse...

Já há muito tempo que tal se passa e não é propriamente do desconhecimento geral. O problema depois é saírem desta situação, por que o dinheiro fácil é sempre apetecível. Suponho é que o namorado ao qual uma se refere não deve de fazer a minima ideia. Dass...

Allie disse...

A prioridade destas raparigas é estarem bonitas e usufruirem de todos os luxos. Com diz o Psycho... dificil vai ser sair. E quando não arranjarem emprego? Quando derem po ela, estão nisso há 20 anos, o corpo deixa de render e elas não têm nada. E por esta altura... vender a história já não é novidade.

Anónimo disse...

O DESEJO DE TER TUDO O QUE O DINHEIRO COMPRA É UMA FALTA DE LIMITE DE CONTROL DE AUTODOMINIO É UMA FORMA DE SER FRACO.QUANTAS PESSOAS VIVEM COM O ORDENADO MINIMO TRABALHAM ARDUAMENTE E NÃO SE PROSTITUEM.PESSEM NISSO MENINAS E SAIAM DESSA VIDA ENQUANTO É TEMPO.ANDAR DE CABEÇA LEVANTADA E CONSCIÊNCIA TRAANQUILA É A MAIOR RIQUEZA QUE SE PODE TER.

Jorge Vicente disse...

As razões pelas quais as mulheres se prostituem são conhecidas por todos..as excepções servem apenas para confirmar a regra! E esta história que tem tanto de novo como a...história. Mas faz-me pensar na resposta a esta questão: A senhoras são Universitárias Prostitutas ou Prostitutas Universitárias? Sim, há sempre a possibilidade das prostitutas se tornarem universitárias à prospecção de novos nichos de mercado!!

Maria Manuela (M&M) disse...

Sim porque dar explicações e trabalhar em centros comerciais não rende tanto....

bjo

SílviA disse...

Bem, ha uns anos Braga é qu foi noticia. É claro que isso acontece e quem anda na Universidade sabe bem quem...de um dia para o outro aparece-se de carro e outros sinais exteriores de riqueza. A não ser que os pais tenham ganho o euromilhoes la na terrinha as meninas andam a portar-se mal :P

Conheço muitas historias e infelizmente nao ha nada a fazer.

Anónimo disse...

São mais as vozes do que as nozes, aliás nas terrinhas pequeninas as pessoas tem que passar o tempinho com alguma coisa.Por acaso estará lá a tua irmã? Não sejamos tão mauzinhos assim.

afectado disse...

anónimo, não tinha capacidade de deixar um comentário sem partir para um pseudo insulto, pois não? os meus pêsames então!

volte sempre.

Anónimo disse...

Eu acho que é muito fácil dizer-se mal das ditas " meninas" pq por vezes não se sabe o que as pessoas passam para arranjar um trabalho decente.

Eu, sou licenciada e estou à cerca de 10 anos,... sim é verdade... desde o ano de 2000, ano em que acabei o curso,... a tentar arranjar um trabalho honesto, e apenas consegui alguns estágios péssimamente mal remunerados, um ou outro trabalho em call centers onde o stress e os chefes são horriveis, pelos menos os meus eram!...e nada mas nada de jeito...E nem sequer tenho direito a um subsídio de desemprego porque nunca estive a contrato!!!

10 anos!!!..pensem bem...sem dinheiro a cair ao final do mes...os papás a pagarem as despesas da menina de 35 anos!!! =(

Ora digam-me lá se não é de pensar em soluções extremas como ... ser prostituta umas qtas vezes por mês...! é obvio que falo disto com muito pudor...pk nunca o fiz... e espero não vir a fazã-lo,.... mas por vezes o desespero é grande...aos 35 anos ainda viver na casa dos pais...e não ter o MEU...dinheiro...é completamente frustrante...é sufocante e angustiante...

opinem por favor!

cumprimentos

afectado disse...

anónima, eu percebo esse desespero. felizmente nunca passei por uma situação tão extrema como a tua, mas já experimentei o que é eu ir ao centro de emprego ver se tinha direito a algum e rirem-se na minha cara a dizer que não quando iam lá alguns fdp que quanto muito queriam emprego já que trabalho é coisa que não os atrai e no fim do mês tinham subsidios que todos juntos davam salários bem bons. falei com uma pessoa que teve uma proposta de 1000 euros e recusou... disse-me assim "para que é que eu vou aceitar isso se o estado me paga mais para estar sem fazer nada?".

posto isso eu percebo que as situações extremas obriguem a este tipo de vida. e eu até sou a favor de uma completa legalização da actividade. a única coisa que não gosto é de haver grandes densidades de prostitutas em certas zonas. por exemplo aqui em braga há duas ou três zonas que se tornaram um antro degradante porque têm prédios ocupados quase a 100% por prostitutas brasileiras.

quanto às universitárias, percebo que algumas só possam fazer isto para pagarem as propinas e despesas inerentes à formação. mas também se fala que muitas o fazem só para poderem as resmas de sapatos e roupa que compram por mês. e isso já é algo que não se justifica. claro que o corpo é delas e por mim fazem o que quiserem dele, mas não me parece a melhor forma de estar na vida quando há claramente a opção de não seguir por aí...

volta sempre!

Anónimo disse...

pois tens razão...eu não vou por essa via...
vou continuar a lutar...!

beijinhos e felicidades

Anónimo disse...

desculpa a minha resposta ter sido tão curta...mas hoje estou em dia não... discuti com o meu namorado... e estou um bocado em baixo... mas valeu a tua resposta...
e em relação a subsídios...achas que eu tenho direito a algum...Acho que o problema é que com estou a viver com os meus pais e eles ganham, não devo ter direito a nada...

beijinhos
bárbara, a anónima

afectado disse...

bárbara, todos temos os nossos dias menos bons, mas deixa lá, a melhor parte das discussões entre namorados são as pazes ;)

quanto aos subsidios, não tenho ideia se terás direito a alguma coisa ou não. o meu conselho é que perguntes nos locais adequados. ah, e nunca acredites na primeira resposta... vai lá uma segunda vez e tenta ser atendida por outra pessoa. já cheguei a ir ao centro de emprego aqui de braga e em dois dias seguidos deram-me duas respostas antagónicas à mesma pergunta.

volta sempre!

Anónimo disse...

Olá, afectado...

fala a bárbara,agradeço imenso a tua simpatia e apoio...é super simpático!
estou numa fase dificil...mas há de passar...
e vou seguir à risca o teu conselho... =)

(curioso...o meu pai é de Braga - Prado)

muito obrigada...mesmo
;)

afectado disse...

Bárbara, não tens que agradecer :)

claro que vai passar, tens que ter calma e confiança que as coisas vão melhorar.

braga é uma boa terra ;). conheço muito bem prado.

de nada... volta sempre.

;)

Anónimo disse...

okis!
obrigada!

bjinho gandee

****

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO