quarta-feira, março 19, 2008

O que vai dentro de nós

Há pessoas que vivem para fazer merda. Não respeitam os outros, enganam tudo e todos, só gostam deles e mal. Poderei parecer cruel, mas por mim esse tipo de pessoas desaparecia da face da terra. A mim não me fazem falta nenhuma e como tal se fossem fazer tijolo para debaixo da terra eu não sentiria a sua falta. Consequentemente teríamos um mundo menos mau.

Nesta última frase é que está o problema das acções dessas pessoas de quem falo. É que o mundo nem é assim tão mau, mas quando pensamos nas atitudes e consequências das mesmas que essas pessoas têm, esquecemos, mesmo que momentaneamente, o que de bom o mundo nos oferece e pensamos estar a viver no meio das trevas. Se calhar até estamos. Mas apesar de tudo eu gosto de acreditar que não. Gosto de acreditar que apesar desses cabrões em forma de pessoa fazerem o que fazem, há pessoas que fazem deste mundo um privilégio para nós que o conhecemos mesmo que por instantes (sim, mesmo que se vivam 100 anos, parece-me pouco para o que se poderia conhecer).

É uma pena que a vida seja tão curta e ainda tenhamos que perder tempo com cabrões do género. De qualquer maneira, às vezes, gosto de me convencer que eles até fazem falta ao mundo, pois é da maneira que ainda valorizamos mais as pessoas que se distinguem claramente deles. A esta última frase chamo optimismo utópico.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

2 Comentários:

Gione disse...

Há sempre alguém que vem at´ras que faz do que está à frente uma melhor pessoa, sabes?

O que é mau para uns, para outros não é!

Mesmo aqueles muito maus, muito maus, se não existissem ... outros haveri que nós consideraríamos maus, muito maus.

Enfim!

Allie disse...

Eu costumo dizer que tem de haver o mau para se reconhecer o bom! Tudo tem o seu oposto. Haja diversidade. Mas claro... há nquem exagere.

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO