quarta-feira, novembro 17, 2010

A curva do Feira Nova em Braga

Li no JN que está a ser constituída uma associação de automobilistas que tiveram acidentes numa determinada curva da circular de Braga, vulgarmente conhecida como a curva do Feira Nova. Percebo a razão, de facto já terei passado lá por dezenas de acidentes, especialmente em dias de chuva. No entanto não posso concordar com o que muitas pessoas disseram. Se por um lado é verdade que a curva podia estar melhor construída (a inclinação foi mal pensada), por outro não deixa de ser verdade que para ter um acidente naquela curva é necessário ir em excesso de velocidade. Quem cumprir o limite de velocidade definido para o local faz a curva sem ter qualquer acidente. Claro que existem excepções, para isso basta que esteja óleo na estrada... mas isso é em qualquer curva, seja qual for.

Acho muito bem que as pessoas reclamem soluções para a má execução daquela curva, mas não acho nada bem que desculpem os seus acidentes com esse factor. Quem passa naquela curva todos os dias como eu, sabe muito bem que velocidades lá se praticam. E sabe também muito bem que cumprindo-se a velocidade permitida se passa a curva de forma perfeitamente normal. Mas agora que se fala em pedidos de indemnização não faltarão queixosos que tiveram lá acidentes, sendo que todos negarão que fossem a uma velocidade superior à permitida... um movimento à boa moda portuguesa.

Curiosamente, ou não, perto dessa curva há outra curva cuja execução é de qualidade bem mais duvidosa e sobre a qual não se sabe da existência de qualquer associação de automobilistas preocupados com a segurança rodoviária.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

12 Comentários:

L!NGU@$ disse...

Tal como tu, passo lá todos os dias e já me aconteceu por diversas vezes sentir a traseira do carro a fugir, sem estar a viajar a uma velocidade do outro mundo. Mais, já aconteceu de ver um carro, que viajava à minha frente no sentido Estação-Braga Parque, a fazer um pião e ficar de frente para mim, chegar ao meu destino e saber que a uma amiga aconteceu o mesmo, minutos antes. Sim, devia haver óleo espalhado no chão, mas a curva facilita bastante que aconteçam acidentes. É verdade que se abusa nas velocidades, mas não é menos verdade que a curva está extremamente mal desenhada. É algo que seria provisório e que, como muita coisa na nossa cidade (e no resto do país), vai acabar por ficar, se ninguém fizer nada.

O mesmo se passa com aquela baralhada que se fez junto ao prédio redondo das Fontainhas. Também era provisório (repara num autocolante amarelo colado na placa que indica a saída para Dume e Palmeira)e todos os dias ouço acidentes, quando estou sentadinho no meu quarto.

Acho muito bem que se faça barulho. Que comecem por essa curva e continuem pelo resto das asneiras que se fez nessa circular.

Cor do Sol disse...

Eu passo lá todos os dias, pelo menos duas vezes. Nunca senti descontrolo no carro, mas a verdade é que vejo acidentes quase todos os dias. Acho bem que a redesenhem mas que sirva de desculpa para quem não tem uma condução cuidada nesses locais é que não. Nota bem, eu sou uma condutora pouco atenta e com uma condução acelerada, no entanto, nesses locais tento ter muito muito cuidado.

afectado disse...

L!NGU@$, que aquela curva está mal feita, assim como praticamente toda a circular, estamos de acordo. que caso aquela curva estivesse bem feita os acidentes ocorreriam em menor número, também concordo. contudo isso não invalida que quem passa lá dentro dos limites só apanhando óleo ou outras coisas do género tem azar...

eu que até vou tendo o pé pesado, nunca passo lá a 50, passo sempre acima disso, ainda assim a velocidade que só terei azar quando apanhar óleo. infelizmente isso poderá acontecer em qualquer curva.

há pessoas que passam lá a velocidades pornográficas (gosto desta expressão). não se despista e capota ali o carro a 50km/h só por causa da inclinação da curva.

afectado disse...

cor do sol, o pé também me pesa, mas lá tenho sempre cuidado. também espero que corrijam o erro da curva, mas estou com o que dizes... que não sirva de desculpa!

Poetic GIRL disse...

Eu também passo lá pelo menos duas vezes ao dia, e acredita que a maior parte passa em excesso de velocidade que aliado a chuvas e oleo tem as consequências que sabemos. Olha estes videos do you tube gravados por uma câmara que já aponta para o local onde os acidentes acontecem... é de arrepiar!
http://www.youtube.com/watch?v=7E0bJimCsSE&feature=related

Beijo

Daniel disse...

Pelo vídeos no youtube dá para ver que todos os acidentes acontecem com condutores que circulam pela esquerda... porque será??? Quem conduz em excesso de velocidade, coloca em perigo os outros (tal como se vê nos vídeos) e devia ficar sem carta. Infelizmente a justiça portuguesa é quase inexistente. Acho que quem não cumpre as regras a que lhes dizem respeito não tem moral para exigir que os outros (neste caso os responsáveis pela construção) cumpram as suas. O limite naquela zona é de 50 km/h em boas condições. Chamam-se limites máximos porque são para ser utilizados em condições óptimas. Em casos como piso molhado, tal como se vê na maioria dos vídeos, a velocidade ideal passa a estar bem abaixo do limite. Infelizmente o espírito tuga é culpar os outros pelos nossos próprios erros.

Anne disse...

eu moro nos prédios mesmo em frente a essa curva e todos os dias, mas é mesmo todos os dias, há acidentes. desde piões, "capotanços", "lambidelas" aos separadores centrais...
e como dizes a grande maioria é por excesso de velocidade.
e o que é mais estranho é que há tantos acidentes no sentido de quem vem do Braga parque como no outro, o que é estranho já que é uma subida. e isso só se explica com excesso de velocidade, por mais que a curva esteja mal desenhada em termos de traçado ou que haja óleo na estrada. a verdade é só uma, se as pessoas tivessem um pouco mais de consciência não haveria tanto problema. nem sei como ainda não houve mortos, principalmente em dias de chuva, onde capotam dois ou três carros seguidos.

Sofia disse...

Olá, olá!
Curvas perigosas e troços mal construídos existem em todo o lado e acho muito bem que as pessoas alertem quem de direito para a necessidade de fazer algo para alterar o estado de coisas...
Beijo,Sofia

afectado disse...

poetic, obrigado pelos vídeos, não conhecia.

afectado disse...

Daniel, quando lá passei este fim-de-semana reparei, e a maior parte das pessoas faz a curva a mais de 70-75. não me admira que em alguns casos o carro fuja...

afectado disse...

anne, já houve lá uns feridos graves. pelo menos.

afectado disse...

sofia, claro que sim, eu não desculpo a deficiente construção da curva. não se pode é aceitar que isso desculpe a má condução das pessoas.

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO