segunda-feira, setembro 20, 2010

A bolsa das mulheres

É talvez um dos maiores mistérios da nossa sociedade e está longe de ser desvendado, acredito eu. A bolsa das mulheres tem uma capacidade de multiplicar o espaço disponível que é uma coisa aterradora. As mulheres metem lá quanta tralha querem, entopem aquilo ao ponto de quando é preciso achar as chaves do carro, se ter que esperar um bom tempo até que as ditas apareçam, situação que é mais engraçada quando por coincidência está a chover.

Mas o extraordinário é que quando acompanhadas por um homem, daqueles que não usam bolsa, ainda conseguem encaixar lá mais qualquer coisa. Telemóvel e carteira no mínimo. Mas se necessário também máquina fotográfica, das compactas (das outras também cabem, aposto), chaves (de casa, do carro, do escritório) e tabaco, no caso dos fumadores. Como cabe tudo lá dentro? Não sei, aquilo quebra várias leis da física.

Aliás, ninguém me garante que o problema do buraco do ozono não está a atingir em cheio as bolsas das mulheres, sendo por isso que se pode meter lá tudo e mais alguma coisa. No entanto isso carece de algumas explicações adicionais, assunto que não será abordado neste post por manifesta ignorância minha.

Se percebem o que eu digo, e estão comigo, o meu obrigado. Se não percebem o que eu digo, então façam o favor de explicar o fenómeno como se eu fosse uma criança em fase de intensa aprendizagem de conteúdos sócio-culturais.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

13 Comentários:

Ana disse...

Pois olha, nas minhas não cabe nada dessas coisas, que eu gosto de malas bem bem pequeninas. Cabe a carteira (pequena), as chaves, o telemóvel (que também é pequenino), o tabaco e nada mais além disso. Por vezes, tenho de arranjar um espacinho para a tal máquina digital (também pequena) e já é uma ginástica para conseguir fechar a mala.
Comigo, ele bem pode carregar as coisinhas dele, que assim não se safa:-)

Tulipa Negra disse...

Lembras-te dos desenhos-animados do Sport Billy? Ele tinha um saco minúsculo de onde tirava tudo aquilo de que precisava, das chaves do carro ao próprio carro. As malas de algumas mulheres também são assim... :)

Cristal disse...

Exemplo para o dia de hoje: carteira com os documentos todos; tabaco, 2 isqueiros; 4 pen; estojo de maquilhagem; estojo com canetas e lapiseiras; bolsita com o MP3; estojo dos óculos de sol e os respectivos; telemóvel; chaves de casa; chaves do carro; chaves do trabalho; bloco de apontamentos; carteira dos trocos; um livro; 2 cd's; 2 pacotes de pastilhas.

E desconfio que me está a escapar qualquer coisa... :)
A minha mala é um bocadinho maior, mas também me lembra a do Sport Billy!!!

Hysteria* disse...

Eu desde que numa pochete que é uma coisinha minima consigo colocar: telemovel, carteira de moedas, batom, chaves (que parece as do s.pedro), trazer recordações e cigarrilhas... nas grandes meu filho, o espaço é infinito e a tentação aumenta! LOL

Vani disse...

LOL: há bolsas que são como as da Mary Poppins ou do Sport Billy!

E o buraco do ozono parece estar estável agora ahahah.

Maria disse...

Até me oferecerem uma que dê para arrumar gente chata, até ser impossível de reencontrar, a minha é sempre pequena :P

Anne disse...

eu só levo mesmo a carteira com os documentos, telemóvel, mp3, chaves de casa e uma caneta (vá-se lá saber porquê mas quando não levo preciso sempre). e se não tivesse que andar com os documentos saía sem bolsa, ou com uma mais pequena de usar à cinta, só com telemóvel e mp3. e já agora chaves de casa. de resto....
não sou uma mulher como as outras... :P

AUFDERMAUR disse...

Nesse ponto eu sou tipicamente mulher! A minha carteira é grande mas não é daquelas que mais parecem sacos de ir às compras ou malas de viagem e, no entanto, cabe lá de tudo um pouco. Mas não ponha lá nada ao acaso, tudo o que lá está é porque me pode fazer falta! E sim, sempre arranjei um espacinho extra para as coisas dos meus namorados: chaves, tabaco, isqueiro, óculos de sol, telemóvel, mp3 e, em caso de concertos e afins, a máquina fotográfica (se bem que nesses casos nem sempre era na carteira que tinha que a esconder). O segredo para se encontrar sempre o que se quer é compartimentar as coisas em pequenas bolsinhas, devidamente arrumadas dentro da carteira. Easy! Não há absolutamente nada de extraordinário nisso e a haver seria o mistério de nós mulheres conseguirmos andar com aquele peso aos ombros! Mas isto é apenas a minha explicação... se a "criança em fase de intensa aprendizagem de conteúdos sócio-culturais" quiser que eu lhe dê uma teoria psicológica eu dou-lhe:D

Cherry Blossom Girl disse...

Pois eu sou daquelas q compra bolsas imensamente grandes e depois nao tenho com o que enchê-las, sou anormal? E mesmo tendo a bolsa vazia é-me dificil encontrar a chave de casa e não tenho paciencia para guardar outras tralhas na bolsa senão as minhas, (homens arranjem-se).Beijo

afectado disse...

ana, então não és uma companheira útil :P

tulipa, bela explicação cientifica :)

cristal, que buraco do ozono tu carregas!hehe

hysteria, tu és uma possível campeã desta modalidade!

vani, já percebi que sim.

maria, já vi que também consegues meter tudo e mais alguma coisa lá dentro.

anne, ainda bem que não são todas iguais.

aufdermaur, deves andar com uma mala de viagem ao ombro.

cherry, ou seja, tu até devem pedir ao teu companheiro para pôr lá coisas haha

AUFDERMAUR disse...

afectado, não ando não até porque detesto aquelas carteiras gigantes que agora estão na moda! Se bem que também não gosto daquelas miniaturas de carteira em que não se consegue guardar nem sequer um palito! no meio é que está a virtude!

Loira disse...

Levo sempre os telemóveis, a carteira dos documentos, o porta moedas, 3-4 canetas, 1-2 bloco de notas, ipod, phones do telemóvel caso o ipod fique sem bateria, um carregador, 3 batons (2 de cieiro, e um gloss), uma bolsinha com coisas tipo espelho, escova e afins ( nunca se sabe quando se vai dormir fora), geralmente levo também lá um casaco de malha, um guarda chuva, 2 pacotes de lenços, chaves de casa, chaves do cacifo, uns papeis perdidos, as contas para pagar, carrego também as coisas dele caso seja necessário. Coisa pouca portanto, basicamente tenho um pequeno armazém ao ombro, que às vezes carrego numa carteira pequena! :)

afectado disse...

loira, como é possível?! 0.o

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO