segunda-feira, março 15, 2010

Tempos perigosos

No nosso país vivem-se tempos em que reina a desconfiança acima de tudo o resto. Os casos de sucesso são encarados com muitas interrogações ao mérito, qualquer movimentação que vise o lucro é vista como fraudulenta por antecipação, e só no fim, se se tiver 100% de certeza que afinal nem houve nada de errado no processo, é que a custo se admite a limpeza da situação. As pessoas não param para pensar que isto tem efeitos retroactivos e que a dúvida que hoje criam sobre os outros, amanhã os outros criarão sobre eles. Mas isso não interessa, o que interessa é tentar destruir os outros, o resto logo se vê.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

10 Comentários:

Dylan disse...

Acrescentaria tempos de inveja e maledicência.

loira disse...

Tendo em conta que para se conseguir algo é sempre preciso várias cunhas, se não as tens não consegues.
Torna-se habitual (e mal diga-se) desconfiar-se de tudo o que acontece por mérito.

afectado disse...

dylan, sim.

afectado disse...

loira, quer dizer que tudo o que tu consigas, será sempre por cunhas?

irritam-me essas teorias quando generalistas demais. claro que portugal é um país de cunhas, isso é evidente. de corruptos também. de oportunistas idem. mas isso não quer dizer que todos sejam assim...

loira disse...

Não digo tudo, mas em parte sim.

Não são todos mas são quase todos. Estás a ser ingénuo se pensas o contrário. Paga o justo pelo pecador como se diz.

afectado disse...

loira, eu não penso o contrário.

Pronúncia disse...

Afectas, há já uns anos que eu uso um ditado que ilustra muito bem o que aqui dizes: "Nas costas dos outros eu vejo as minhas...".

É mau, é péssimo, mas uma coisa é certa são cada vez menos os casos de sucesso que se ficam a dever apenas ao mérito... infelizmente!

afectado disse...

pronúncia, essa frase é-me bastante conhecida :)

isso é verdade... o que não quer dizer que não haja quem se safe pelo mérito!

Pronúncia disse...

Afectas, já a sentiste na pele?! Ou melhor... nas costas?! ;)

Claro que há, o problema é que são cada vez menos os casos em que o sucesso se deve apenas ao mérito... e os exemplos estão bem à vista.

afectado disse...

não propriamente, mas já me contaram uma história real de alguém que a disse no dia em que foi corrido para fora da minha actual empresa. e veio-se a revelar verdade.

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO