quinta-feira, novembro 05, 2009

Isto é que é ser idiota

Tão estúpido como estacionar nos lugares reservados a deficientes, é usar a sanita reservada aos deficientes nas casas de banho públicas. Quem faz uma coisa é tão idiota como quem faz a outra.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

34 Comentários:

e-Pombo disse...

Quem faz isso é... ora... deficiente? Portanto está bem colocado!
Agora a sério, há pessoas que não têm um minimo de sensibilidade nem civismo...

Dylan disse...

Cofesso que já fiz isso, numa hora de aperto, e com o WC do lado em manutenção... Não tinha hipótese!

Lisa disse...

Isso não é ser idiota, é ser Bronco!!!!
Mas ja se sabe que por cá há gente para tudo!!!

Miss Complicações disse...

Hoje não sou a unica afectada... não sou não...
Pois claro!!!
Se estiver aflitinha, posso sempre fazer na porta...

O carro dás uma volta porque não perde as rodas.

Hoje até tu levas por tabela ;P

Cirrus disse...

Eu não tenho a mesma opinião.

Se a casa de banho estiver cheia, porque não? Há algum problema? Não é uma sanita? Serve para quê? Os lugares para estacionamento são um caso muito diferente, estão localizados para que deficientes com menos capacidades de se deslocarem estejam mais perto dos serviços desejados. Aí concordo.

Na casa de banho? Porquê? O deficiente vai ter de aguentar até casa se souber que um não deficiente utilizou a sanita? Sinceramente, não percebo. Pela espera? 5 minutos no máximo? Não, não consigo perceber.

Cirrus disse...

Percebo o uso prioritário, e isso é muito diferente! Um deficiente não deve estar na fila para a sanita, até aí, sim senhor. Mas, pelo simples uso? Qual o problema??

afectado disse...

e-pombo, de acordo!

afectado disse...

dylan, não sou moralista ao ponto de dizer que numa situação de aperto e que não restasse outra oportunidade não o faria, mas o que é certo é que é errado. é que estacionar no lugar dos deficientes, num ou noutro caso também pode ser uma situação de força maior. no entanto não deixa de ser uma infracção...

afectado disse...

lisa, há mesmo...

afectado disse...

miss complicações, com o carro também pode ser uma situação de aperto...

afectado disse...

cirrus, numa situação de aperto e de não haver outra possibilidade eu também seria prevaricador. no entanto é tão incorrecto como estacionar no lugar dos deficientes.

os lugares de estacionamento para os deficientes não se caracterizam só por serem mais perto dos serviços, mas também por serem mais largos. estacionar neles sem ser deficiente, é uma infracção. no que se refere às casas de banho, também é uma infracção.

pela tua lógica o deficiente também pode esperar 5 minutos para estacionar o carro enquanto tu não o tiras de lá. é que por vezes não há lugares livres e também se pode estar numa situação de aperto.

e já agora, se dizes que o deficiente pode esperar 5 minutos até que tu saias da sanita reservada a eles, então porque não esperas tu 5 minutos que saia um dos que está a ocupar as sanitas normais? é que também é 5 minutos no máximo...

Vani disse...

Idiota é a Linda de Suza no correio da manhã de hoje...blech...

Cirrus disse...

Afectado, pela minha lógica, disse-te claramente que o caso dos estacionamentos é muito diferente. Não percebo porque usar uma sanita para deficientes influi seja o que for na vida dos mesmos, ao contrário do lugar de estacionamento.

Qual o problema? Vamos infectá-los com alguma coisa? Vamos roubar a sanita? A casa de banho muda de lugar? Eles têm que lá ir na mesma!! Se a sanita está ocupada, passam à frente dos outros na fila, obviamente. Qual o drama?

Aliás, nas casas de banho públicas, as sanitas são todas iguais, há (pode haver) uma que é prioritária a deficientes. Tal como nas filas dos supermercados, que têm uma caixa ou duas prioritárias a grávidas - podem ser utilizadas por outras pessoas, simplesmente as grávidas passam à frente. O mesmo acontece com os deficientes nas casas de banho - passam à frente. Não há necessidade de ter uma sanita sempre parada só porque não há nenhum deficiente por perto, por exemplo. E se esta for necessária, bem entendido.

afectado disse...

vani, não sei do que falas e está-me a parecer que é melhor não saber :)

afectado disse...

cirrus,

"Não percebo porque usar uma sanita para deficientes influi seja o que for na vida dos mesmos, ao contrário do lugar de estacionamento."

Não sei se já reparaste mas na maior parte das casas de banho públicas os deficientes só conseguem ir a uma das sanitas que lá existem. Tal como para estacionar precisam desses lugares mais largos.

"Qual o problema? Vamos infectá-los com alguma coisa? Vamos roubar a sanita? A casa de banho muda de lugar? Eles têm que lá ir na mesma!! Se a sanita está ocupada, passam à frente dos outros na fila, obviamente. Qual o drama?"

Não sei se sabes mas essas sanitas são reservadas a eles. Tal como os estacionamentos. Em qualquer um dos casos é infracção. Isto é factual.

"Aliás, nas casas de banho públicas, as sanitas são todas iguais, há (pode haver) uma que é prioritária a deficientes."

Depende das casas de banho públicas. Por alguma coisa se fabricam sanitas para deficientes.
O termo não é prioritária mas sim reservada.

"Não há necessidade de ter uma sanita sempre parada só porque não há nenhum deficiente por perto, por exemplo."

Então pode-se pensar o mesmo quando precisas de estacionar o carro só por 5 minutos?

Já que falei nos 5 minutos, recupero uma parte do meu comentário anterior: "e já agora, se dizes que o deficiente pode esperar 5 minutos até que tu saias da sanita reservada a eles, então porque não esperas tu 5 minutos que saia um dos que está a ocupar as sanitas normais? é que também é 5 minutos no máximo..."

Gostava de perceber a lógica de eles poderem esperar mas tu não.

Diaboderoupacurta disse...

Afectado, eu já fui a uma wc para deficietes. Estava aflita e as outras estavam todas ocupadas! Sorry lol :P

PS: O cantinho da diabinha tem uma nova cara! :)

afectado disse...

diaboderoupacurta, eu nunca o fiz, mas num caso de aflição, iria.

Vani disse...

LOL, não queres mesmo saber. E se não queres mesmo saber, não abras o correio da manhã de hoje (daqui a pouco, de ontem) :D

afectado disse...

vani,enganaste-te na pessoa... era a linda reis! :P

e só de pensar que isso se passou aqui em braga... *MEDO*

Cirrus disse...

Afectado, não vou entrar numa polémico por uma assunto destes.

Mas insistes em colocar palavras na minha boca, e isso, desculpa-me, mas não gosto. Quantas vezes vou ter de repetir que o lugar de estacionamento, na minha opinião, é diferente? Ou não lês tudo?

Se estiveres numa fila de supermercado prioritária a grávidas (e também a deficientes), e se chega uma pessoa nestas condições, o que fazes? Arrumas-te e deixas passar. Na casa de banho, se houver fila, fazes o mesmo. Qual o problema? Se estiver cheia, que remédio tens tu se não utilizar. E garanto-te que ninguém gosta de as utilizar, a não ser nessas condições.

afectado disse...

cirrus, eu até transcrevi as tuas palavras. as que estão entre aspas são tuas, as que não estão são minhas. penso que está claro para todos.

claro que leio. na tua opinião é diferente. e onde disse eu que tu disseste que não era diferente?

estás a misturar situações de "prioridade" com situações de "reservado". como é óbvio não são comparáveis. apenas podes comparar as do mesmo tipo, daí eu ter comparado com os lugares de estacionamentos... são ambas situações de "reservado" e não de "prioridade".

Cirrus disse...

Nos 5 minutos, afectado. Nem por 5 minutos. mas estavas a insistir que eu via as duas situações da mesma forma, e desde o início que distingui as duas!!

Além do mais, deficientes ou não, é assunto de merda...

:D

Vani disse...

Ora bolas, sim, Linda Reis LOOOL! Não sei porque raio me saiu Linda de Suza, credo... troquei os nomes... pois, agora imagina, eu abro o jornal com o café da manha (era o único que havia ali...) e quase me engasgo...

Cirrus disse...

Vani, acerca disso, vai ao Correio da Manhã online...

;D

afectado disse...

cirrus, isso pode-se dizer que seja, e o mais curioso é que não é a primeira vez que trago assuntos de casa de banho ao meu blog :)

afectado disse...

vani, porque é que aquilo tinha que ser em braga?? :(

bem, mas sendo em braga, só podia ser na lagar's... tem lógica!

e-Pombo disse...

Se cada um for pensar que não faz mal usar, porque são prioritárias e não reservadas aí está o erro... elas são sim "reservadas", olhem se varias pessoas se fossem lembrar de fazer o mesmo? De que serviria a prioridade se os coitados teriam de esperar que tudo vagasse?

O mais que pode acontecer é nos casos em que os WCs se encontram em limpezas e nos encaminharem até às dos deficientes temporariamente, mas de resto, tendo a nossa só temos é que esperar e mais nada... se não entro na das mulheres porque a dos homens está ocupada, muito menos vou entrar na de pessoas que embora em menor numero (felizmente), necessitam de maior fluidez nas filas de espera.

Peço desculpa se ofendi alguém no inicio, não era de todo minha intenção, só queria transmitir a minha opinião.

Cumprimentos

André disse...

Dscpem, mas as casas de banho para incapacitados e não deficientes, não são reservadas a estes. Têm isso sim, prioridade ao seu uso.

A prioridade define-se como se duas pessoas chegarem ao mesmo tempo a um local, existe uma regra que permite que uma delas seja o primeiro a utilizá-la, neste caso o incapacitado.

Caso não saibam o símbolo que demarca os locais de estacionamento e casas de banho como as referidas neste post, significa pela sua forma e cor: recomendado; e pelo seu símbolo: utilização por incapacitados. Assim o local é apenas recomendado (ou seja, que está equipado) para a utilização por estes indivíduos, o que não invalida a utilização por outros. A nossa lei é que é discriminatória.

Se quiserem confirmar procurem o símbolo e a sua definição pela Organização Mundial da Saúde.

e-Pombo disse...

André, concordo em parte com o que diz, mas atenção porque há algo que ainda não foi aqui referido... porque existem casas de banho prioritárias e casas de banho reservadas, tanto que existem casas de banho com compartimento para "incapacitados" e outras que são mesmo casas de banho para "incapacitados", podendo estas últimas serem encontradas em gasolineiras nas AE.

O termo deficiente não é de todo incorrecto, mas compreendo que para algumas pessoas possa soar mal. Eu sei porque tenho um primo com trissomia 21 (ou síndrome de down), mas são nomes/termos que em diálogo raramente se usam para falar apenas numa pessoa, no entanto o termo deficiente surge porque têm uma deficiencia nos cromossomas, assim como algumas pessoas são deficientes motores. De qualquer forma tentarei utilizar uma linguagem que choque menos as pessoas, peço desculpa!

De qualquer forma, se existir uma WC com 3 compartimentos e um deles for "prioritário a incapacitados", pelo civismo que me resta nunca irei ocupar a 3ªWC sem que seja estritamente necessário... por parte pelo que já foi dito, esperar que 1 compartimento esteja livre provavelmente custará menos do que à maioria dos "incapacitados".
É tudo uma questão de civismo e não de leis!

Sílvia Maria disse...

Já fui "obrigada" a utilizar o wc para deficientes mais que uma vez e digo que sempre que o fiz me senti muito mal apenas por ser um wc diferente e não feito para mim com a graça de Deus. Mas é uma questão diferente da dos lugares de estacionamento que sim são reservados. Os deficientes são pessoas comuns, o seu wc só é diferente em tamanho para facilitar a mobilidade de resto é igual. Um deficiente pode usar o mesmo wc que eu só não o faz porque não dá jeito, mas nada o proíbe. O contrário tambem se verifica.
claro que será de bom-senso sempre que possivel usar o wc respectivo.

afectado disse...

andré, o termo deficiente é utilizado com a mesma intenção que se utiliza o de incapacitado. não sei qual será o legalmente correcto, mas isso é como nos corrigirem que não são pretos mas sim negros. a diferença é insignificante e a intenção com que se utiliza a palavra é a mesma.

quanto ao resto, não posso concordar contigo. são reservadas, não prioritárias.

no que dizes relativamente à nossa lei ser discriminatória, concordemos ou não, é ela que nos rege, e portanto temos que actuar segundo a mesma. não é uma questão opcional.

afectado disse...

e-pombo, o civismo também inclui o respeito pela legislação... pelo menos na minha forma de o pensar.

afectado disse...

sílvia maria, o que distingue os lugares de estacionamento dos deficientes dos das pessoas normais (sem qualquer tipo de discriminação encoberta nas minhas palavras, para que não surjam dúvidas) também é o tamanho. e nada os impede de usar os outros também. é tal e qual os wcs...

e até podes dizer que os lugares de estacionamento são mais perto dos locais onde se pretende aceder... mas por alguma coisa quando um wc público tem alguns compartimentos e um deles é reservado a deficientes, esse é o que fica mais perto da porta. como vês, por comparação, é igual.

afectado disse...

@todos, como é óbvio, eu conheço a definição de prioritário. não percam o vosso tempo a explica-la.

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO