quarta-feira, outubro 28, 2009

Novidades só no Continente*

A Fenprof exige a suspensão do sistema de avaliação dos professores até sexta. Aliás, foi o que sempre os preocupou, sempre exigiram a suspensão, não a alteração. E assim de repente só me lembro de como alternativa ouvir falar na auto avaliação, coisa que só pode ser uma brincadeira (de muito mau gosto). Era muito bonito se a avaliação de cada profissional, de qualquer área, fosse feita por ele próprio. Seríamos um país exclusivamente de profissionais competentes.

*antes que alguém se exalte: a Sonae não me está a pagar pela publicidade. O que é pena, diga-se.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

25 Comentários:

Diaboderoupacurta disse...

A avaliação dos professores devia ser como o sexo, deve ser feita pelo menos por duas pessoas! Só para se ter a certeza de que a pessoa é boa..profissional!

Maria Manuela disse...

É o poder da classe, babe! É o poder da classe...

afectado disse...

diaboderoupacurta, pois, mas a fenprof parece preferir a um...

afectado disse...

maria manuela, vamos ver se a isabel alçada cede.

Cirrus disse...

Afectado, o dedo na ferida! Há muito tempo que defendo este ponto de vista, como te deves lembrar. Pela ausência de propostas, os professores só demonstram que não querem ser avaliados. Foram-lhes pedidas alternativas e propostas. Nunca as apresentaram, apenas exigem a suspensão da avaliação. De seguida, quase que aposto que exigirão o seu fim.

Sara non c'e disse...

Who cares? É ignorá-los.

Diaboderoupacurta disse...

You have a message! :P If you don't see it yet.. (diz-me que isto não tem erros e eu dou um grito de contente, porque será a primeira vez que escrevo inglês correctamente :D)

afectado disse...

cirrus, sim lembro. é algo que eu também digo desde o inicio. não está bom o método de avaliação? admito que sim, mas que proponham então um bom.

eles querem a suspensão porque depois é um cabo dos trabalhos para voltar a implementar alguma avalição (a não ser que seja uma que se adapte como uma luva a eles)... depois fazem a vida negra como fizeram na anterior legislatura. e nem todos ministros aguentam aquela pressão...

se propusessem uma alternativa a sério (auto-avaliação não é alternativa, é uma xaxada) então era substituir um pelo outro e chegava-se a bom porto. mas a ideia que fica é que não querem isso (a fenprof, porque conheço alguns professores que defendem a avaliação e que não se revêem nesta postura de quem não quer nada).

afectado disse...

sara non c'e, às vezes parece o melhor a fazer.

afectado disse...

diaboderoupacurta, eu vi.

Diaboderoupacurta disse...

Afectado, estou a sentir um sentimento estranho ao ver a tua resposta aos comentários. O meu nariz endiabrado fareja isso ao longe! :P

Acereja disse...

Eu tive tão maus professores no meu Ensino Secundário que até meteu dó e obrigou-me a ter explicações a 2 disciplinas(ou não tinha conseguido entrar no meu curso)! Na minha escola os bons professores ficavam sempre com as piores turmas (porque as turmas eram feitas através de selecção por notas) para depois pescarem os bons alunos das primeiras turmas para as suas explicações e ganharem 100-200 euros/mês por cada alunos! É o escândalo! Deveriam ser todos avaliados! E por uma comissão externa alheia a favoritismos e amizades! E a sua progressão da carreira deveria depender dessa nota!

Acereja disse...

Ah muito obrigado por teres facilitado a publicação dos comentários! Não sabia a razão:)

Pronúncia disse...

Mais uma vez se nota que este modelo de sindicatos estão completamente ultrapassados.

Dizer que não serve, é fácil... díficil é propor alternativas e soluções, porque ouvindo alguns professores eles até são a favor da avaliação ao contrário da FENPROF!

Cada vez parece-me mais que, ao contrário do que apregoam os sindicatos, não defendem uma classe, mas apenas alguns membros dessa mesma classe.

Arisca disse...

Eu sou avaliada, desde que comecei a trabalhar, (por alunos, colegas e resultados dos exames externos) e devo dizer que concordo plenamente com uma avaliação séria, criteriosa, isenta de favores, do nosso desempenho. Dá trabalho, não posso limitar-me à papinha instantânea dos materiais publicados, mas já sabia que era assim quando escolhi a profissão. Ossos do ofício!

afectado disse...

diaboderoupacurte, deves estar com o nariz entupido...

afectado disse...

acereja, eu também me recordo em particular de 4 ou 5 professores que eram tão maus que não percebo como podiam leccionar. a sério, só de pensar até me sobem uns calores...

afectado disse...

acereja, de nada, mas o chinoca voltou :(

afectado disse...

pronúncia, a fenprof é o cancro da classe dos professores. e eles querem é que não haja avaliação. ah, espera, afinal querem... auto avaliação! porreiro pá!

afectado disse...

arisca, ainda bem que pensas assim. eu não consigo perceber é quem é contra uma avaliação séria e a sério.

Acereja disse...

O chinoca voltou?? Pronto, podes voltar a pôr os comentários como estavam então...valeu o esforço!:)

afectado disse...

acereja, voltou :|

SRRAJ disse...

Não conheço nenhum professor (na verdadeira acepção da palavra) que seja contra uma avaliação séria. Acontece que este modelo que nos querem impôr não é sério nem justo.

afectado disse...

srraj, infelizmente alguns são... senão porque actua assim a fenprof? actuam contra a vontade de todos aqueles que representa?

eu admito que este sistema não seja bom (vocês melhor do que eu o saberão), mas então a fenprof que ponha alternativas em cima da mesa. que seja activa mas no sentido de colaborar e não apenas de protestar.

SRRAJ disse...

A verdade é que não estamos a ser bem representados pelos sindicatos. Estes fizeram do novo modelo de avaliação o seu cavalo de batalha, quando na realidade o grande problema é o Estatuto da Carreira Docente.
E essa clivagem entre professores e sindicatos é cada vez mais visível nas reuniões sindicais que se realizam pontualmente nas escolas.

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO