domingo, janeiro 18, 2009

Internet vs Livros

Quisemos perceber que influência tinha no cérebro a pesquisa do Google. Analisámos dois grupos distintos, um que não utilizava a internet e outro que utilizava, e através de um aparelho de ressonância magnética conseguimos ver que partes do cérebro eram activadas. As conclusões são surpreendentes. Quando pesquisamos na internet activamos mais circuitos cerebrais do que quando lemos um livro.

Excerto de uma entrevista a Gary Small, neurocientista e psiquiatra na Universidade da Califórnia, na Sábado.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

16 Comentários:

ipsis verbis disse...

isso é fantástico! e tudo faz sentido agora.
quando procuro qualquer coisa na net, perco-me sempre com outras coisas, descubro outras, e mais outras e outras... e por aí fora. Ao contrário do livro, ou leio, ou durmo.

Pronúncia disse...

Sem dúvida que a procura na net é muito mais abrangente que a procura num livro.

Na net encontras para além daquilo que procuras, coisas que nunca te passariam pela cabeça.

Num livro a procura é sempre mais limitada, só encontras aquilo de que andas à procura.

Apesar disso não dispenso a leitura de um bom livro. Aprendes sempre qualquer coisa.

:)

afectado disse...

ipsis, quiseste com isso dizer que tens um cérebro muito activo? :P

afectado disse...

pronúncia, o que ele diz não é no sentido da informação que encontras, mas sim acerca da actividade cerebral.

em muitas pessoas a pesquisa na internet provoca o dobro da actividade cerebral em relação à leitura de um livro.

e mesmo aquelas pessoas que nunca andam pela net, quando fazem uma pesquisa na internet têm tanta actividade cerebral nesse acto como a que têm a ler um livro.

ipsis verbis disse...

afectado: exacto. mas só quando em contacto com a net. :P

Pronúncia disse...

Eu percebi a notícia.

E para mim a informação está ligada à actividade cerebral. Porque se tens que lidar com mais informação ao mesmo tempo. tens que fazer escolhas, enquanto que num livro não. Daí ser normal a actividade cerebral aumentar.

Digamos que a net é um circuito em paralelo, enquanto um livro é um circuito em série (se é que posso usar esta analogia)

:)

AP disse...

Grande novidade...
Quem souber o mínimo de Psicologia sabe que na internet o volume de informação a assimilar é muito maior, devido à rapidez, que num livro, onde a informação é assimilada, logo processada pelo cérebro, mais lentamente.

Anónimo disse...

Olá...é normal que o nosso cérebro esteja mais activo durante uma pesquisa de internet do que num livro. Mas mais importante que isso, é mesmo a Ressonância Magnética! É incrível as coisas fantásticas que esta técnica Imagiológica oferece. Para além ser óptima no diagnósticos de várias patologias, permite ainda perceber como funciona o nosso cérebro...os avanços nesta área são brutais, e as investigações são cada vez maiores com o recurso a esta técnica. Permite saber se as pessoas dizem a verdade ou não (dá para substituir a Teresa Guilherme), e ainda saber como funciona o cérebro de um pianista aquando da sua improvisação em músicas de jazz (isto são só exemplos).
Bjss ("De uma loira")

Charmoso disse...

Por estas e por outras é que estamos numa geração netmaníaca!

afectado disse...

ap, isso do volume de informação é mais que óbvio. mas este estudo trata mesmo é da actividade que se verifica no cérebro, que não é a mesma coisa que informação assimilada.

afectado disse...

de uma loira, vejo que sabes muito sobre o assunto :)

e isso de substituir a teresa guilherme parece-me de todo uma grande vantagem!

afectado disse...

charmoso, claro, nós queremos é o cérebro activo :D

Anónimo disse...

É um vício a Ressonância Magnética para mim. Gostei muito deste poste, muito interessante. :D
Bjss ("De uma loira)

afectado disse...

de uma loira, então lê a entrevista na 'sábado'. é pequena a entrevista, mas com certeza te vai interessar ;)

AP disse...

Quanto mais informação o teu cérebro processa, mas activo ele está...

afectado disse...

óbvio.

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO