sexta-feira, julho 11, 2008

Nem as mulheres são tão complicadas, nem os homens tão simples IX

Quando eu tiver 30 anos...

Muitas vezes nos deparamos a pensar de como estaremos daqui a 5, 10, 15 ou mais anos. Neste caso é como penso estar quando tiver 30 anos porque foi assim que a Allie escolheu. Certeiro ou não, daqui a uns anos saberemos! (Lembrem-me quando eu tiver 30 anos para vir aqui escrever a comparação de como estou nessa altura e como hoje eu previa que ia estar)

Profissionalmente espero estar estabilizado e em ascensão. Ok, sonhador e tal. Eu prefiro chamar-me ambicioso. Nesta altura estou a dar os primeiros passos na minha área, hoje estou numa empresa, amanhã acordo com os pés fora da cama e posso-me lembrar que afinal preferia trabalhar noutra. Aos 30 terei mais juízo, espero. E já agora, espero que nessa altura já tenha perdido a mania de ser respondão aos chefes... tem piada e tal mas qualquer dia fodo-me com a brincadeira.

Saúde? Se tiver de saúde já estarei feliz... é o que mais me invade as ideias quando penso no futuro. Sem saúde, tudo o resto perde o significado que pode ter. Portanto, aos 30 vou fazer 500 flexões por dia, correr 3 horas de madrugada pela fresquinha, ir de bicicleta para o trabalho mesmo que demore 2 horas, e se sobrar tempo dar algumas quecas por dia. Ou então punhetas. Depende da envolvente, mas o importante é exercitar. Talvez nada disto aconteça (à excepção das quecas, claro) e eu continuarei o mesmo preguiçoso de hoje...

Quanto às pessoas que me são próximas, apenas desejo que continuem próximas e com muita saúde. Dessas, as que são falsas e eu ainda não me apercebi desejo muita distância, mas podem ter saúde na mesma. Ok, umas valentes dores de dentes de vez em quando ou então umas caganeiras não lhes faziam mal...

Ah, e andarei mais perto das trintonas da altura. E isso é uma bonita perspectiva...

Agora vão ali ao lado, ver como será a Allie trintona.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

6 Comentários:

Doce Trapezista disse...

Realistas, tanto um como o outro, na minha opinião. Nada que não se atinja! :)

ai a ideia de ir de bicicleta p o trabalho...ter-me-ia rido e achado impossivel ha uns meses atras, mas hj em dia, sabendo que o meu irmao(trintão já a meio) o faz, então acho perfeitamente executável. Boa sorte com a ambição e boa saude, espero que essas pessoas falsas de que falas sejam poucas ou nenhumas.

bjs

Allie disse...

Eu queria que levasses o tema a sério e tu brincas? "Algumas quecas por dia"??? Ahahahha Muito sonhas! Nota-se logo que ainda és novinho! :-p

Maria Manuela disse...

Pois que também referi a saudinha.... lol

afectado disse...

doce trapezista, estou a imaginar-me a ir para a minha actual empresa de bicicleta. atravessar cerca de 8 km numa via rápida, depois já perto da empresa finalmente encontrar uma ciclovia mas com uma subida para fazer que upa upa... acho que vou de carro para já :)

allie, novinho? porquê tanta inveja? :P

maria manuela, sem dúvida o mais importante...

Lya disse...

eu aos trinta.. sei la.. provavelmente estarei a iniciar uma vida q deveria ter iniciado ha 5 anos atrás!

é k os 30 ja estao a bater-me a porta e eu nem trabalho na minha área. continuo uma estudante a viver cm se tivesse 22 anitos... e fisicamente continuo com cara de 22 anos (o k até é bom)

afectado disse...

lya, eternamente jovem :P

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO