domingo, novembro 04, 2007

Blogosfera - comunidade do engate?

Estava eu a andar de blog para blog quando dei com uma referência a um post que supostamente é uma análise da blogosfera. Se fosse um post de humor, o texto lá escrito seria um sucesso. Como de humor não é, então nem sei bem como catalogar. Vamos por partes, para ser mais fácil de digerir...

Mau_Feitio perguntando-se sobre o que andam os homens a fazer na blogosfera, responde: Pergunto, o que andam por aqui a fazer? Aposto que, aprender como se escreve. Cuscar o mundo das gajas e ver se há alguma que morda o isco. Antes de mais, parece-me um bocado ridículo insinuar que os outros andam na blogosfera a aprender como se escreve quando a própria na frase a seguir demonstrou que também precisa de aprender. A não ser que seja um homem a fazer-se passar por mulher na "comunidade do engate" (nome dado à blogosfera pela própria).

Deixando para trás as crises de identidade sexual, continuemos: A escrita dos gajos? Posso chamar escrita? Parece que estou ofender a língua portuguesa. Meia dúzia de palavras sobre futebol, fotos de gajas, programas de televisão, futebol e gays. São limitados, tadinhos. Continua a apologia da integridade da língua portuguesa, mas ao mesmo tempo continua a dar pontapés na mesma. Conclusão: 2 parágrafos depois, a crise de identidade sexual continua. Quanto à meia dúzia de palavras que os homens escrevem nos seus blogs receio ser ainda mais limitado do que o que ela afirma. É que daqueles temas todos não me lembro de já ter escrito por cá sobre gays. Em compensação já escrevi sobre outras coisas, entre as quais pessoas com crise de identidade sexual. Serei então menos limitado?

Para concluir as citações de minha parte: Claro que no meio disto tudo, vão lendo os blogs das gajas e sempre que apanham uma mais frágil é deixar o comentário queridinho, um mail mais fofinho e mais um passo e estão apaixonados por tudo e mais alguma coisa. E então porque é que as gajas vão lendo os blogs dos gajos? Também é à procura de algum mais frágil? Ela deve saber... não quer é revelar as suas tácticas! Ah maluca! E já agora, os gays na blogosfera também andam à procura de encontrar uma mulher frágil? (Olha, afinal também já falei em gays no meu blog).

Como se pode facilmente concluir, esta parte do post referido é completamente feminista, o que indicia algum complexo de inferioridade desnecessário.

O maior erro que se pode cometer ao analisar uma comunidade tão vasta como a blogosfera, é julgar o todo pela parte. Isso demonstra ignorância ou simplesmente má fé.

E mesmo quem navegar pela blogosfera numa onda de sedução, será isso assim tão grave? Não será a blogosfera um reflexo (não totalmente fiel, é verdade) da realidade? Quem no seu dia a dia não assiste, vive ou convive com situações de sedução (ou engate como prefere a Mau_Feitio) seja no café, restaurante, local de trabalho ou em casa?

Analisar e catalogar a blogosfera (ou outra qualquer comunidade de grandes dimensões) exige independência intelectual senão a análise sai a favor de quem a escreve, promovendo-se assim o culto do ridículo.

PS: Depois de ler o referido post, finalmente foi descoberta a real motivação de Pacheco Pereira na blogosfera. Mulheres frágeis, tenham cuidado... ele anda por aí à solta!

PS2: O mesmo se pode dizer de Cláudio Ramos. Ou então não.


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

2 Comentários:

Allie disse...

Sobre este tema... muito há para dizer. Claro que o blog é uma forma de conhecer pessoas. Claro que é o nosso padre confessor. E depois? Qual o objectivo da autora para ter um blog???

Já conheci pessoas, já namorei pessoas... sempre por causa do blog. Fiz boas amizades, levaram-me a ter umas férias diferentes. Quanto ao engate... bom, sempre é melhor que o típico "Conheço-te de algum lado?"

AlfmaniaK disse...

Bonita análise! Porém convém aceitar o teor do blog onde está publicado tal texto.
Aquilo é sexista. Sempre foi. O único objectivo era uma guerra do sexo dos anjos completamente inútil, portanto, e em última análise, humorístico!
Em todo o caso, gostei de tropeçar nestas observações!

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO