terça-feira, novembro 01, 2011

Solta o selvagem que há em ti

Acontece todos os anos, invariavelmente logo após as primeiras chuvadas de Outono, algumas pessoas saem da toca onde andaram escondidas o resto do ano e transformam-se em seres dignos de serem estudados intensamente pela comunidade cientifica. Por exemplo hoje cruzei-me de carro com uma senhora, com ar de professora da velha guarda, num parque de estacionamento, que ao fazer uma curva pareceu-lhe bem corta-la de tal modo que por pouco arranjava um novo design para o lado esquerdo do meu carro. A senhora ia com uma cara que indiciava que meio mundo lhe deve dinheiro (há quem aplique outro termo a caras assim), e provavelmente ainda se achou cheia de razão, mais que não seja porque para ela todos os carros, incluindo o meu, e excepto o dela, iam em sentido proibido. Ainda agora ela deve estar a pensar como será possível só ela saber conduzir naquele parque de estacionamento...

Umas horas antes ia acontecer um desastre. Um senhor de idade quase me atropelou de forma violenta. Quando penso, que sorte que eu tive, por pouco a bicicleta dele atropelava o meu carro e a minha vida podia terminar ali. Não só ele se atravessou à minha frente numa via rápida, como após eu lhe apitar, a ver se ele acordava para a vida antes que alguém o fizesse adormecer para a morte, ainda me agraciou de filho da puta e mandou-me para o caralho, ainda que não me tenha dado as coordenadas para eu pôr no GPS. Por momentos tive um flash típico dos filmes quando uma das personagens transporta o seu pensamento para uma maldade que gostaria de fazer a outra pessoa, e imaginei-me a projectar ligeiramente o meu carro para a sua bicicleta... mas a fome era alguma e parecendo que não já eram 14h e eu ainda não tinha almoçado. Ter que justificar uma coisa destas à polícia era coisa para demorar horas. Não tivesse eu com fome e a esta altura o estado estaria um bocado melhor, com menos uma reforma para pagar.

Se alguém não merece que os velhos sejam maus consigo sou mesmo eu, logo eu que no fim-de-semana não parti com um taco de basebol os vidros do carro de um velho mal educado que se meteu à minha frente de forma animalesca para estacionar numa rua onde não havia mais estacionamentos...

E o Natal ao virar da esquina...


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

3 Comentários:

60 Sinais disse...

Ah...já se nota em ti o real espirito natalicio sem duvida...gosto de ver xD! Deixa lá que o mesmo se passa comigo...por isso deve ser do tempo, o povo fica possuido pelo demónio da chuva ou algo que lhes valha. Isto para mim é o começo da temporada do odiar individuos em carros alheios --'
Bom feriado!

Anónimo disse...

Como é "Man"? Vais ou não explicar a semelhança entre os Clã e os Delfins??? Depois estranha o comportamento dos velhinhos...

Acompanhantes de luxo disse...

Solta o que há em ti.
Acompanhantes de luxo
#Acompanhantes de luxo Porto #Lisboa #Algarve #Braga #Oeiras #Cascais #Faro http://acompanhantesdeluxo.eu/site/

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO