quarta-feira, março 31, 2010

Dexter, o herói improvável

Refiro-me a Dexter Morgan (sim, estou a falar de uma personagem de uma série) como herói improvável mais por ele ter aquele ritual brutalmente violento do que por ser um polícia serial killer de serial killers e afins. Quem me conhece, sabe que a ideia de um serial killer de serial killers é coisa que aprecio, nem que seja apenas por contraponto à suave justiça (quando justa) que temos. Mas muita gente não pensa assim, e mesmo assim ficou fã da série e da personagem de Dexter em particular.

Esse é já um grande mérito da série, conseguir que as pessoas admirem algo que normalmente rejeitariam. No entanto, na quarta época da série houve um pormenor que me fez admirar ainda mais os mentores da mesma (se não suportam spoilers e não viram a 4ª época, é boa altura para mudar de blog). Esse pormenor foi quando, algures a meio da temporada, Dexter matou um homem que, apesar da certeza que ele tinha sobre a culpa do dito em diversos crimes, era inocente.

E foi aqui que eu achei o expoente máximo da genialidade presente na série, distorcendo a mente de quem assiste. Já não chegava as pessoas torcerem pelo sucesso de um serial killer, ainda sentiram pena dele quando ele matou um inocente. Se isto não é genial...


Nota: Assina o feed deste blog ou recebe todos os posts por email. Podes também acompanhar o blog no Twitter e no Facebook.

31 Comentários:

Sabor Adocicado* disse...

É sim genial. Eu ainda n cheguei à 4ª temp. mas estou ansiosissima :D

loira disse...

O final dessa season é daqueles que ficas :o e agora?? Quero mais!

Mas ainda vai demorar para haver mais.

Imperator disse...

olá!

o Dexter tem piada sim, foi uma série bem construída e sem a tonelagem de episódios que muitas séries que por aí andam têm.

por fim, o fim... algo de poético...

Maya disse...

Sim, gosto da série. No entanto esse pormenor da 4.ª série não é nada menos nada mais que a 'mensagem subliminar'(ou nem tanto) da série - não fazer justiça pelas próprias mãos.

Mak, o Mau disse...

Talvez por ter lido os livros primeiro, não fui tão impactado pela série... mas reconheço que a abordagem pelo seu ângulo inusitado é interessante. O problema é quando o sucesso das séries leva os argumentistas a esticarem a trama para além do recomendável.

No caso do Dexter, isso ainda não aconteceu, mas não faltam por aí exemplos.

PS - Ao contrário do FlashForward, o casting do actor principal aqui contribui para o bom desempenho da série.

Vani disse...

OOOOOOOOOOOH. Bem, algum dia isso iria acontecer... concordo com a Maya.

Não, pena não. É mais choque. Quase q nos dá o mesmo choque que deverá dar à personagem...mmm...

Rice disse...

super genial, mais genial ainda é eu passar a vida à espera da 5ª temporada. Por falar nisso, já viste o ultimo episodio da 4ª temporada? parte tudo, parte tudoo!

afectado disse...

sabor adocicado, a 4ª temporada é muito boa.

afectado disse...

loira, em setembro...

afectado disse...

imperator, o fim foi surpreendente.

afectado disse...

maya, ou então para não deixarem para amanhã o que podem matar hoje...

se ele se tivesse concentrado em matar o trinity, aquilo não teria acontecido.

afectado disse...

mak, receio que isso aconteça no dexter na 5ª época. a ver vamos...

afectado disse...

vani, sim, talvez o termo não seja exactamente pena, mas não se recrimina a atitude dele, não se condena...

afectado disse...

rice, já :)

Dylan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pulha Garcia disse...

Gosto imenso do Dexter, apesar de achar que a primeira temporada foi a melhor. O humor negro é excelente (That's it, no more donuts do Matsuka) e está muito bem escrita.

APPLE disse...

Outra série que não vi por puro preconceito "sorry"...a verdade é que não gosto de serial killers.

Maya disse...

lol, ou isso :)

afectado disse...

pulha garcia, a primeira temporada foi a melhor, concordo. mas também achei a 4ª de excelente nível.

afectado disse...

apple, aí é que está, aposto que deste ias gostar. dá-lhe uma oportunidade, vais ver que não te arrependes.

afectado disse...

maya, ;)

Cor do Sol disse...

Quando à 4a temporada, ainda não tinha chegado a isso. Mas também não resisti ao spoiler. Bah!

Mónica disse...

Adoro o conceito de um serial killer com consciência... Adoro, pronto, que se há-de fazer?

AUFDERMAUR disse...

As mentes dos serial killers são invariavelmente fascinantes! Por isso é que eu devoro tudo sobre eles! Até a enciclopédia alfabética eu tenho e gravo as biografias que passam no "Biography Channel"! E eu tive uma professora que me disse que eu tinha um talento natural para psicologia criminal, que devia seguir essa área. Mas só se eu mudasse de país porque aqui em Portugal, felizmente, são raríssimos os casos de serial killers.

afectado disse...

cor do sol, não te preocupes, não vai perder o interesse por isso ;)

afectado disse...

mónica, muita gente adora ;)

afectado disse...

aufdermaur, ou seja, és uma serial killer em potencial :)

Anne disse...

spoiler.... :P

eu so vi ate à 2a. depois e muito por culpa do futebol deixei de saber a que horas dá... :/

tnh mt pa ver... ;)

AUFDERMAUR disse...

afectado, olha que com a minha cara de anjinho, não me devia sair nada mal:) Mas eu só tenho fascínio pela mente e personalidade deles, não sou uma daquelas maluquinhas que se apaixona por eles e vai ao corredor da morte casar-se com eles! Mas o tema em si não é novidade, o "Natural Born Killers - Assassinos Natos" já tem imensos anos e também falava dessa mediatização dos serial killers.
"I guess I was born
Naturally born
Born bad":D

afectado disse...

anne, eu avisei :)

afectado disse...

aufdermaur, pois pois, imagino...

Enviar um comentário

Comenta à vontade, estejas ou não de acordo com o que por cá é dito. No caso de te quereres armar em espertinho, lembra-te: "para parvo, parvo e meio". Bons comentários!

A afectar a blogosfera desde 1 de Maio de 2005. afectado@gmail.com

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO